Unidades de saúde da Região Leste viram pontos de descarte de medicamentos - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Saúde pública 12/09/2017 | 18h04Atualizada em 12/09/2017 | 18h04

Unidades de saúde da Região Leste viram pontos de descarte de medicamentos

Projeto de Extensão da UFSM orienta a população sobre o destino correto de remédios em desuso

Você tem uma gaveta ou caixinha de remédios na sua casa? O que você faz com aqueles que sobraram de um tratamento específico ou que está vencido?  Na hora de descartar aquele medicamento que você não usa mais, você sabe qual o destino correto? Para orientar sobre o descarte de remédios, os alunos e professores de um projeto de extensão da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) deram início, nesta terça-feira, a mais uma etapa de um trabalho de orientação à comunidade. 

Começou nesta terça-feira a instalação de pontos de coleta de medicamentos nas unidades de saúde da região Leste
Na manhã desta terça-feira, caixas coletores foram instaladas na UBS Wilson Noal e alunos conversaram com a populaçãoFoto: Deise Fachin / Prefeitura de Santa Maria

3 instituições de Santa Maria estão com as inscrições abertas para vestibulares

Quatro professores e três alunos dos cursos de Farmácia e de Medicina, começaram, ainda no ano passado, com o projeto de extensão "conscientização da população e recolhimento de medicamentos em desuso nas unidades de Saúde da Região Leste de Santa Maria", do Departamento de Saúde Coletiva da UFSM. 

A ideia começou com orientações a profissionais de saúde em 7 unidades de saúde da Região Leste. Depois, foi apresentada uma proposta de um folder, que será entregue à população. E na manhã desta terça-feira a Unidade Básica de Saúde (UBS) Wilson Paulo Noal recebeu a primeira caixa de coleta de medicamentos e também a visita do grupo, que conversou com os usuários. Outras seis unidades devem começar a coleta nos próximos dias (veja o cronograma abaixo). Durante um ano, os pesquisadores devem monitorar os tipos de remédios que serão descartados, para começar a planejar outras ações. 

Alunos e professoras da UFSM incentivam população a fazer o descarte correto de medicmanetos. Na foto, da esquerda para a direita: Valéria Limberger Bayer (coordenadora), Carlos Eduardo Brener  (bolsista curso de farmácia), Verginia Possatti Rocha (professora), Victória Venturini (bolsista medicina, Edi Franciele Ries (professora), Emanuelly Rossi (bolsista medicina)
Da esquerda para direita: Valéria Limberger Bayer, Carlos Eduardo Brener, Verginia Possatti Rocha, Victória Venturini, Edi Franciele Ries, e Emanuelly Rossi Foto: Valéria Linberger Bayer / Arquivo pessoal

Projeto de Pesquisa da UFSM recebe prêmio da ONU

–A gente acredita que a conscientizando a comunidade, hoje, com o recolhimento desses remédios, é um passo importante para a saúde pública porque estamos tirando esses medicamentos das casas. As farmácias privadas também recebem esses produtos, mas, sabemos que nem todos frequentam as farmácias privadas. Além disso, reduz o impacto ambiental. Durante nossa pequisa vimos um levantamento, feito em 2013, em Porto Alegre em que 60% das pessoas entrevistadas disse que descartava os remédios no meio ambiente e que 86% dessas pessoas faziam isso porque nunca receberam uma orientação sobre o procedimento correto - explica Valéria Limberger Bayer, coordenadora do projeto e professora do departamento de saúde coletiva da UFSM.
 

Santa Maria tem 26 escolas em greve

Valéria explica que não há motivos para as pessoas terem em casa remédios que sobraram de um tratamento, ou vencidos, por exemplo. Descartá-los é importante para evitar a automedicação ou até mesmo as intoxicações que, em muitos casos, ocorrem com as crianças e de forma acidental. 

Veja quando começam as coletas, os locais e horários para deixar os medicamentos. 

A PARTIR DESTA TERÇA-FEIRA
UBS Wilson Paulo Noal
– Endereço: Rua Monte Carlo, S/N. Camobi.
– Telefone: (55) 3286-2457
– Horário de funcionamento:  7h30min às 12h e das 13h às 17h  

A PARTIR DE 13 DE SETEMBRO
ESF Pains
– Endereço: Junto à Subprefeitura
– Telefone: (55) 3226-2581
– Horário de funcionamento:   Terças e sextas, das 8h às 12h e das 13h às 16h 

ESF Arroio do Só
– Endereço: Junto à subprefeitura
– Telefone:  (55) 3228-4030
– Horário de funcionamento:  Segundas e quintas, das 8h às 12h e das 13h às 16h

A PARTIR DE 14 DE SETEMBRO
UBS Walter Aita
– Endereço:  Rua Luiz Petry, S/N. Cohab Fernando Ferrari - Camobi
– Telefone:  (55) 3226-8017
– Horário de funcionamento:  7h às 17h  

15 DE SETEMBRO
UBS São Francisco

– Endereço:  Rua Santa Maria, S/N - Residencial Dom Ivo Lorscheiter
– Telefone:  (55) 3212-8736
– Horário de funcionamento:  8h às 12 e das 13h às 17h

17 DE SETEMBRO
ESF Maringá
– Endereço:  Rua João de Barro, 1313
– Telefone:  (55) 3223-2158
– Horário de funcionamento:  8h às 12h e das 13h às 17h

19 DE SETEMBRO
ESF São José
– Endereço:  Rua Antônio Gonçalves Do Amaral, 1000
– Telefone:  (55) 3226-5596
– Horário de funcionamento:  8 às 12h e das 13h às 17h  

*Com informações da assessoria de comunicação da prefeitura de Santa Maria 




 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: você sabe o que significa melena? pechada?... https://t.co/uWisyP5MIE https://t.co/yGQsjNnOlahá 2 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMApós assaltar entidade rural, suspeito de matar policial rodoviário é preso https://t.co/AKn8Nz1qvY https://t.co/WVz3MMRPwkhá 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros