Três são absolvidos de acusação de homicídio em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Tribunal do Júri 13/09/2017 | 17h47Atualizada em 13/09/2017 | 20h08

Três são absolvidos de acusação de homicídio em Santa Maria

MP pediu absolvição dos réus por falta de provas 

Três pessoas foram absolvidas pelo Tribunal do Júri em julgamento que ocorreu na tarde desta quarta-feira, em Santa Maria. Dario Schabat Machado de Oliveira, Ricardo Alexandre de Vargas e Jocemar Renato Trindade haviam sido acusados da morte de Elizelton Vieira Zancan em 2009. Leandro Roberto Schwantes chegou a ser réu no processo, mas morreu em 2013. 

Homem que vendia drogas perto da delegacia é preso em Caçapava do Sul 

O Tribunal do Júri acolheu o pedido feito pelo Ministério Público de absolver os três por falta de provas que os indicassem como autores do crime. Ao longo do processo, houve uma impronúncia (quando é decidido que os réus não vão para júri popular), porém, na época, o Ministério Público recorreu dessa decisão, por isso, o caso foi decidido pelo Tribunal do Júri. 

– Foi feita a justiça no caso concreto, e o promotor teve a sensibilidade de pedir a absolvição por falta de provas – defendeu José Eduardo Iop, um dos advogados de defesa de Jocemar Renato Trindade. 

Cadela é encontrada dentro de saco com as patas quebradas

O defensor público Juliano Ruschel, responsável pela defesa de Dario, explicou que o réu chegou a ser apontado como o executor na época do crime, porém, as descrições físicas feitas por testemunhas não condiziam com as características de Dario. 

– A gente sente como sociedade. Teve uma morte, e não se apurou a autoria. Faltaram provas para dizer que eles eram os responsáveis. No caso do Dario, que era apontado como executor, ele foi descrito por testemunhas como uma pessoa morena escura, e ele tem a pele de cor clara, não teria como ser ele – detalhou Ruschel. 

O CASO

No dia do crime, a vítima chegava em casa, na Vila Lorenzi, e, quando foi estacionar o carro, por volta das 18h do dia 2 de outubro de 2009, foi abordada por duas motocicletas que seguiram o veículo onde estava Zancan, a mulher dele e a filha do casal, à época com 3 meses. 

Dnit faz novo pedido para evitar fechamento da Rua Sete de Setembro

O carona de uma das motocicletas disparou contra o jovem, que acabou atingido por um disparo no pescoço e tentou correr para dentro do pátio da casa. Em seguida, os motociclistas dispararam de cinco a seis tiros contra a vítima, que até teria tentado pular um muro, nos fundos da casa, mas caiu no pátio antes disso. 

Os motociclistas fugiram do local. Zancan chegou a ser socorrido pelos bombeiros e foi levado ao Hospital de Caridade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Anderson Daronco é escalado para penúltima rodada das Eliminatórias da Copa: https://t.co/D2cKKOzHFg @diariosm https://t.c…há 21 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: você sabe tudo de gauchês? https://t.co/uWisyP5MIE #diadogaucho #20desetembro https://t.co/neUB2axiwchá 23 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros