Professores montam acampamento na Praça da Matriz em Porto Alegre - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Ato público12/09/2017 | 14h33Atualizada em 12/09/2017 | 14h33

Professores montam acampamento na Praça da Matriz em Porto Alegre

Localizada em frente à Assembleia Legislativa e ao Palácio Piratini, praça será "moradia" de servidores até, pelo menos, sexta-feira

Professores montam acampamento na Praça da Matriz em Porto Alegre Cpers Sindicato/Facebook
Foto: Cpers Sindicato / Facebook

O Cpers/Sindicato montou acampamento, na manhã desta terça-feira, em Porto Alegre, na Praça da Matriz, que fica em frente à Assembleia Legislativa e ao Palácio Piratini. A atividade faz parte do cronograma de mobilização do sindicato, que deflagrou greve na rede estadual de ensino desde o dia 5 de setembro.

Segundo o diretor do 2º Núcleo, Rafael Torres, a situaçção na praça está bastante tensa. Ele diz que a tropa de choque teria utilizado spray de pimenta nos manifestantes, que derrubaram o gradil que impedia o acesso à Assembleia. Torres comenta que os professores quem uma agenda com o governador José Ivo Sartori (PMDB) para debater pautas de reivindicação da categoria.

GREVE

Em levantamento feito pela reportagem do Diário, até as 11h desta terça-feira, das 36 escolas estaduais de Santa Maria contadas pela reportagem, 26 estão em greve. O 2º Núcleo do Cpers, que representa os municípios da Região Centro, apresentou, na noite de segunda-feira, um levantamento em que 18 escolas de Santa Maria estariam em greve total e 15 teriam aderido parcialmente ao movimento.

Segundo o diretor do 2º Núcleo, Rafael Torres, esta pesquisa é feita com funcionários, professores e direção das escolas. Contudo, ele salienta que gestores dos colégios nem sempre passam os números corretos ao sindicato.

– Não sei se os diretores e diretoras ficam com medo de retaliação dos colegas e não passam a informação de professores em greve, mesmo que seja um. Que o 2º Núcleo saiba, apenas 5 escolas da cidade estão com aulas normais, todas as outras têm professores grevistas – salienta.

 Colégio Industrial e Politécnico abrem inscrições nesta segunda-feira

O levantamento do Diário é feito por contato telefônico com as direções das escolas. Na manhã desta terça-feira, além de fazer contatos por telefone, uma equipe de reportagem foi em cinco dos maiores colégios de Santa Maria para averiguar a situação. Foram eles: Maria Rocha, Olavo Bilac, Paulo Devanier Lauda, Manoel Ribas e Cilon Rosa. Destas, duas estão em greve total e as outras três aderiram parcialmente ao movimento.

ASSEMBLEIA

O diretor do 2º Núcleo comenta que a greve dos professores segue por tempo indeterminado e apenas uma decisão em assembleia geral da categoria poderia mudar esta decisão. Entretanto, Torres comenta que não há previsão de data para uma nova assembleia do sindicato.

Mobilização dos professores em Porto Alegre contra o parcelamento dos salários
O protesto é pelo fim do parcelamento dos salários dos servidores do Executido estadualFoto: Cpers Sindicato / Facebook

Nesta terça-feira, os professores montaram o acampamento na Praça da Matriz, onde pretendem ficar até sexta-feira. Também está programado no cronograma de mobilização da categoria uma "Caravana da Educação" por todas as cidades do Estado que tenham escolas estaduais. A caravana do 2º Núcleo deve começar nesta quarta-feira, de acordo com o diretor do sindicato regional.

ESTADO

O coordenador-adjunto da 8ª Coordenadoria Regional de Educação, Alaor Chagas, o órgão apenas acompanha o movimento das escolas, pois diz que a greve é um movimento legítimo e de direito da categoria. 

 Alunos contam como é estudar em dois colégios disputados de Santa Maria

Ele menciona que nesta quarta-feira o governo estadual deve completar o pagamento dos salários e espera que os professores suspendam a paralisação.

– Nós enviamos às escolas a legislação informando que as instituições não podem fechar, devem atender ao público e que têm que cumprir o calendário letivo de 200 dias. Nós apenas fazemos a averiguação destas normas, mas a obrigação de cumprimento da lei é dos diretores – comenta Chagas.

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMinistério Público de Contas sugere devolução de R$ 672 mil da obra da Câmara https://t.co/smytRLhrdb https://t.co/QzhTHJWf03há 17 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMFamílias atingidas pela tempestade poderão sacar até R$ 6 mil do FGTS https://t.co/2gJcob8x7X https://t.co/rTSqTqg30ehá 18 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros