Homens, aprendam: não é não! - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Coluna Sociedade03/05/2017 | 13h34Atualizada em 03/05/2017 | 13h34

Homens, aprendam: não é não!

Colunista faz um questionamento: temos sororidade? Quer saber do que se trata? Dá uma espiadinha na coluna 

O dicionário online de português define o termo sororidade como "relação de irmandade, união, afeto ou amizade entre mulheres, assemelhando-se àquela estabelecida entre irmãs. União de mulheres que compartilham os mesmos ideais e propósitos, normalmente de teor feminista".

O termo se refere à união entre mulheres, baseado na empatia e no companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum. O conceito da sororidade está ligado ao feminismo, sendo definido como um aspecto de dimensão ética, política e prática deste movimento de igualdade entre os gêneros.

Os últimos episódios envolvendo a opressão de gênero (José Mayer, Victor – da dupla Victor e Léo e os comentário de Juliana Paez) têm me feito repensar sobre a "união" e "empatia" das mulheres.

Foto: Agência O Globo / globo.com

Entendo que as exigências atuais de mundo, muitas vezes, nos levam a pensar apenas em nós mesmas e, no máximo, nas mulheres que estão próximas (mães, filhas e talvez irmãs). Será? Pois eu acredito que precisamos aproveitar essa "onda" e refletirmos juntas sobre o que está acontecendo.

As redes sociais nos favorecem um debate acirrado sobre as desigualdades de gênero. No entanto, ainda ouvimos mulheres dizendo: "Ah, foi sem querer que o José Mayer fez isso" (!!!) "O Victor (cantor) é tão bonito, ela deve ter feito alguma coisa para apanhar" (!)

E o pior, ouvir a atriz Juliana Paez (embaixadora da ONU Mulheres) reforçando a errônea ideia de que prefere ser feminina do que feminista. Feminista não pode ser feminina? Sim. Eu sou ambas, por exemplo. Quem quer, é. E quem não quer, não é. Simples assim. O feminismo veio inclusive para isso: podemos escolher como ser.

É duro perceber que há opressão entre as próprias mulheres. Muitas não só aceitam como reforçam os abusos, que surgem de todos os lados. Fico impressionada quando meninas, mulheres jovens e as mais velhas reiteram comportamentos masculinos que contenham alguma forma de violência, quando reprisam: "foi sem querer, não foi violência". E aquelas que educam os filhos para tudo, mas as filhas continuam com muitos limites?

Mulheres: não é brincadeira! Quando corroborarem com situações machistas, reflitam sobre os números reais: em 2016, foram 99 casos de feminicídio (mortes de mulheres pelo simples fato de serem mulheres) no Rio Grande do Sul. Milhares de casos em que foram utilizados a Lei Maria da Penha para afastamento de "companheiros" do "lar" por agressões. Evidente que nem todas denunciam casos de agressão verbal, moral, sexual e física nas delegacias. Portanto, os dados que aparecem são apenas a ponta do iceberg. Isso, definitivamente, não é normal.

Estamos cansadas desse machismo disfarçado de piada. Frases ditas todos os dias em todos os espaços: "Tinha que ser mulher", "Imagina lá em casa", "Já vem ela de novo", "Não faz a difícil", "Mas também, com essa roupa".

Homens, aprendam: não é não!. E sim, nós podemos usar a roupa que quisermos e onde quisermos!

Outro dia, desenvolvendo um trabalho de educação em saúde em uma escola, ouvimos de 100% (!) das meninas de uma turma que ao andarem pelas ruas, todos os dias ouvem piadinhas sobre seus corpos, independente da roupa que estiverem usando. Meninas com medo de sair da escola. Principalmente no final do dia, quando já começa a escurecer, pois é comum serem amedrontadas pelos homens.

Você acha isso natural?
Considera que não precisamos abordar esse tema, inclusive no ambiente escolar?

Toda ajuda é bem-vinda. Portanto, vamos tod@s falar sobre o assunto. Caminhemos junt@s para desconstruir o machismo.

Mulheres, mais sororidade, por favor.

#MEXEUCOMUMAMEXEUCOMTODAS

Para conversar sobre empoderamento feminino:
_ Reuniões nas últimas quartas do mês
_ Sala 407 do prédio 16 do Centro Universitário Franciscano
_ Horário: 18h às 20h

 


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Soldiers espera mais de duas mil pessoas na decisão de sábado em Santa Maria: https://t.co/krwQXcA7Sd @diariosm @Naion_Cur…há 13 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPostos de saúde de São G https://t.co/YXmMmEqIt5 abriel passarão a atender até as 22h https://t.co/EUoDQ4QPpthá 16 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros