Secretaria de Saúde e autoridades alertam sobre perigo do desafio que pode levar adolescentes ao suicídio - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Baleia Azul20/04/2017 | 15h39Atualizada em 20/04/2017 | 15h39

Secretaria de Saúde e autoridades alertam sobre perigo do desafio que pode levar adolescentes ao suicídio

Delegada de Santa Maria diz que é falso o texto que circula no WhatsApp sobre tarefa envolvendo balas envenenadas

Uma espécie de gincana direcionada a crianças e adolescentes, com tarefas de automutilação, tomou conta da internet nas últimas semanas. Baleia Azul, como é chamado o desafio, circula nas redes sociais e consiste em 50 tarefas, desde assistir filmes de terror até tirar a própria vida (essa seria a última etapa).

Diante do perigo que o desafio representa, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre emitiu uma nota ontem que alerta os pais para possíveis comportamentos incomuns em crianças e adolescentes decorrentes do Baleia Azul. Veja abaixo:

A brincadeira macabra surgiu há alguns anos na Rússia, mas só chegou ao Brasil no final de 2016. Nas últimas semanas, a polícia investiga casos de suicídio no Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Paraíba que podem estar relacionados com o Baleia Azul. O que se sabe é que as postagens são feitas por pessoas consideradas "curadores", que exigiram envio de vídeos comprovando que as tarefas foram cumpridas por quem entra no jogo. Os participantes seriam ameaçados para não deixarem o jogo depois de entrarem. Até o momento, não se tem notícia sobre a prisão dos "curadores" no Brasil.

O fenômeno tem despertado debates entre profissionais da saúde, pais e educadores, já que o suicídio é considerado a segunda causa de morte em adolescentes, segundo a  Organização Mundial de Saúde (OMS). Para Jorge Brandão, coordenador do Centro de Valorização da Vida (CVV) de Santa Maria, é preciso discutir sobre o tema e, principalmente, prestar mais atenção nos adolescentes. 

– Nós precisamos saber o que tem por trás de tudo isso. Existe um grande tabu sobre as doenças mentais e distúrbios psicológicos. Falta diálogo e aproximação dos pais com os jovens. Em um mundo tão competitivo e acelerado que vivemos, parece que as pessoas não tem mais tempo para conversar – explica Brandão. 

TEXTO FALSO
Nos últimos dias, textos sobre o desafio têm circulado nas redes sociais e no WhatsApp. Neles, pessoas falam que estão participando do Baleia Azul e uma das tarefas que precisariam cumprir seria dar balas envenenadas para crianças. O texto segundo a delegada Luiza Sousa, titular da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente, é falso e já foi compartilhado nas cidades de Canoas e Porto Alegre.

–Essas informações sobre as balas envenenadas não são verdade. Há muito boato em cima desse desafio, mas na cidade nada foi registrado – completa a delegada. 

ONDE BUSCAR AJUDA

Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

O Centro de Valorização da Vida (CVV), com sede em Santa Maria, oferece ajuda 24h por dia. A ligação gratuita é feita pelo número 188. 

Também existe Centros de Atenção Psicossocial. O CAPS - O Equilibrista, atende crianças e adolescentes com transtornos mentais. Fica localizado na Rua Minas Gerais, nº 11, esquina Rua Gaspar Martins. Fone: (55) 3921-7218.


 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCorpo de funcionário de universidade é encontrado em Santiago https://t.co/PkdN7kyyHK https://t.co/8kfjRZ9Qknhá 8 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPM é condenado por morte de sem-terra durante desocupação de fazenda https://t.co/QwCdE7ezF7 https://t.co/mCqxKFUTEHhá 9 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros