Polícia estima que quarteto suspeito de oito roubos deva pegar, no mínimo, 45 anos de prisão - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Investigação18/02/2017 | 11h10Atualizada em 18/02/2017 | 11h10

Polícia estima que quarteto suspeito de oito roubos deva pegar, no mínimo, 45 anos de prisão

Polícia Civil desarticulou grupo que seria comandado por adolescente de 15 anos

Polícia estima que quarteto suspeito de oito roubos deva pegar, no mínimo, 45 anos de prisão Polícia Civil/Divulgação/
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma operação realizada pela 4ª Delegacia de Polícia (4ª DP), que investiga crimes na região leste e centro-leste de Santa Maria, desarticulou, na sexta-feira, uma quadrilha suspeita de, pelo menos, oito assaltos na cidade. Os quatro presos são apontados como autores de roubos contra seis postos de combustíveis, uma lancheria e uma churrascaria entre outubro do ano passado e janeiro deste ano.

Operação prende quadrilha que seria comandada por adolescente

Os suspeitos, de 19 anos, dois de 20 e um de 23 anos, foram presos preventivamente e encaminhados à Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm). Um adolescente de 15 anos, suspeito de chefiar o grupo, colaborou com a investigação e está em liberdade. A responsabilidade dele, agora, será apurada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

O delegado Antonio Firmino de Freitas Neto, titular da 4ª DP e que comandou as investigações, tem 10 dias para concluir o inquérito. Segundo ele, o quarteto deve ser indiciado por roubo majorado – já que os crimes foram praticados com o uso de arma de fogo e por mais de duas pessoas –, associação criminosa e corrupção de menores. O delegado regional de Polícia Civil, Sandro Meinerz, estima que o quarteto, futuramente, seja condenado a, pelo menos, 45 anos de prisão. Isso considerando a pena mínima do roubo majorado, que é de 5 anos e 4 meses de prisão, multiplicando pelos oito assaltos nos quais eles foram identificados. Já o adolescente, suspeito de reiterada prática de atos infracionais de roubo, deve receber uma medida socioeducativa máxima, de três anos de internação.

O delegado Firmino ressalta que a investigação foi minuciosa, contou com a ajuda do adolescente e também com a confissão de grande parte dos crimes pelos demais integrantes do grupo.

– Estamos trabalhando há mais de 45 dias nesse caso. No início, houve uma certa dificuldade, mas, depois, chegamos a esse menor e, a partir daí, acabamos descortinando todo o resto. Provamos que era ele, e, aí, ele aceitou colaborar. Temos um inquérito bem feito, robusto, com boas provas – explica Firmino.

O delegado Meinerz comemora a prisão dos suspeitos e acredita que a condenação deve ser, no mínimo, de 45 anos. Ele acrescenta que a retirada do grupo de circulação dá um pouco mais de sensação de segurança aos moradores e, principalmente, aos comerciantes daquela região.

– No roubo, é certo: enquanto não prender o responsável, ele não para. E foi o que aconteceu nesse caso. É bem provável que surjam outros casos relacionados a eles. A prisão desse grupo é muito importante, porque eles estavam na iminência de praticar um latrocínio. Certamente, os indicadores de roubo nessa região vão diminuir. Mas o principal é devolver a paz pública, em especial, aos postos, que estavam mais vulneráveis – relata Meinerz.

A investigação concluiu que a quadrilha chegava aos estabelecimentos em um Santana de cor bordô, que ficava estacionado longe do alvo. Com revólveres e espingardas, os suspeitos rendiam as vítimas e roubavam no local. Segundo a 4ªDP, foram ao menos oito assaltos em postos de combustíveis, mercados e restaurantes. Os quatro suspeitos foram presos por volta das 8h de sexta-feira. Dois no Bairro Camobi, um na Vila Lorenzi, no Bairro Diácono João Luiz Pozzobon, e um na saída do Centro de Atendimento em Semiliberdade (Casemi), onde um deles cumpria medida socioeducativa por ato infracional de quando ainda era adolescente.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMO calendário de concursos e as turmas preparatórias abertas https://t.co/P6rBCeBy5B https://t.co/FIJ1eqIPAHhá 9 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSeca e ventos aumentam o risco de incêndios às margens de rodovias https://t.co/ed647rnQ2x https://t.co/DMkYZeFFyhhá 9 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros