Motoristas esperam 1h30min para atravessar a ponte na RSC-287 - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Infraestrutura17/02/2017 | 17h33Atualizada em 17/02/2017 | 17h37

Motoristas esperam 1h30min para atravessar a ponte na RSC-287

Trânsito lento gerou congestionamento de 4,5 quilômetros no primeiro dia de operação da ponte provisória

Os congestionamentos para chegar à ponte provisória no Km 153 da RSC-287 eram previsíveis. A própria Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) adiantou, no momento em que foi anunciada a colocação da ponte do Exército no local, que haveria tranqueira e, por isso, seria preciso paciência por parte dos motoristas. O que não estava previsto é que as filas de veículos atingiriam os 4,5 quilômetros registrados na tarde de sexta-feira. E que a espera para atravessar a ponte passariam de 1h30min.

Liberado o trânsito na ponte móvel da RSC-287

A lentidão se deve ao fato de a estrutura metálica ter 3,6 metros de largura e, portanto, permitir o trânsito em apenas uma pista. Além disso, ao grande fluxo na rodovia. O movimento maior de veículos no primeiro dia de operação da ponte provisória foi na direção Santa Maria-Candelária. A rodovia é a principal ligação entre o Coração do Rio Grande à Capital. Por isso, o semáforo, controlado manualmente, permaneceu aberto por mais tempo nesse sentido. Em média 8 minutos por vez. Enquanto, para o outro sentido, o sinal verde ficou aceso cerca de cinco minutos a cada liberação.

Foto: Lucas Amorelli / NewCo DSM

O gerente comercial João Carlos Pissutti, 60 anos, foi um dos condutores que teve que esperar para passar pela ponte. Ele saiu de Santa Maria no começo da tarde de sexta para um compromisso de trabalho em Venâncio Aires. Ele usa a rodovia eventualmente. Nos 19 dias em que o trecho ficou interrompido, utilizou duas vezes o desvio por uma estrada de chão que fica perto do local e passa por uma propriedade particular que estava cobrando pedágio de R$ 2 por veículo. Mesmo assim, ele disse que prefere o atalho à ponte.

Exército concluiu montagem da ponte na RSC-287

– Fiquei 1h45min na fila. É muito lenta. Passar em cima da ponte leva um minuto, só que até chegar nela é complicado. Eu prefiro o atalho, porque pago R$ 2 e em 10 minutos estou do outro lado. Se tivesse como voltar (sair da fila) teria ido pelo desvio – disse o gerente comercial.

A Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Cacism) de Santa Maria estuda entrar com ação na Justiça pedindo que a EGR deixe de cobrar pedágio em Candelária por causa dos transtornos aos motoristas. O trânsito foi interrompido totalmente no trecho em 29 de janeiro porque uma galeria por onde cruz um arroio rompeu, tornando perigosa a passagem de veículos.

Novo pedágio deixará viagem de Santa Maria a Porto Alegre mais cara

Apesar de estar controlando o fluxo no local, a EGR não está fazendo a contagem de veículos que fazem a travessia. A ponte de ferro deve ser utilizada por cerca de 45 dias, enquanto a primeira pista do pontilhão definitivo é construída ao lado da estrutura de ferro. A velocidade para passagem é de 10km/h. Veículos leves tem passagem livre, mas só são permitidos ônibus e caminhões até 30 toneladas, que passam um de cada vez.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVocê sabe como cuidar do seu pet no inverno? Veja dicas de especialistas https://t.co/EdZSfFk15C https://t.co/MI0SwAKIzRhá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMO que você vai almoçar neste domingo? Confira 6 opções de almoços em Santa Maria https://t.co/h765StDBXa https://t.co/gYmj2d6Kkxhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros