Husm vai usar tecnologia 3D para ajudar Lara a caminhar de novo - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Saúde23/02/2017 | 13h34Atualizada em 23/02/2017 | 13h34

Husm vai usar tecnologia 3D para ajudar Lara a caminhar de novo

Técnica, usada em adultos em 2016, será utilizada pela primeira vez em uma criança

Husm vai usar tecnologia 3D para ajudar Lara a caminhar de novo Gabriel Haesbaert/New Co DSM
Dentista Gustavo Dotto, idealizador do projeto, e Cesar Acosta, traumatologista que fará cirurgia em Lara, com a peça que reproduz em três dimensões o quadril da menina  Foto: Gabriel Haesbaert / New Co DSM

O Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) vai utilizar, pela primeira vez, a tecnologia 3D para cirurgia em crianças. Também será o primeiro caso em que o processo que antecede o procedimento cirúrgico será todo feito no hospital. Isso porque, no início deste mês, o Husm recebeu duas impressoras 3D, os equipamentos que faltavam para que tudo fosse feito dentro da instituição. A paciente é uma menina de 7 anos.

Lara Inácio Rodrigues da Silva tem uma dismetria no quadril, comumente chamado de quadril fora do lugar. O problema que, tempos atrás, imaginava-se congênito, na verdade, não é, segundo o traumatologista Cesar Acosta. A deficiência costuma surgir antes do primeiro ano de idade da criança. E, em alguns casos, como no da Lara, está relacionada à herança genética – a mãe dela tem a mesma deficiência.

Husm usará impressão 3D para agilizar cirurgias

Na tentativa de resolver o problema, os pais levaram Lara a uma unidade de saúde e pediram um encaminhamento para cirurgia. Acreditando que seria uma longa espera, entraram na Justiça para conseguir o procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Isso ocorreu quando a pequena tinha 1 ano. Mas a decisão também demorou, e a cirurgia só foi realizada quando a menina tinha 6 anos. À época, Acosta operou a paciente, o que resultou em uma melhora no lado esquerdo do corpo. Ela passou por uma segunda intervenção no final de 2016, já aos 7 anos. Porém, como o lado direito não foi corrigido, a menina ficou com um desnivelamento no quadril que a impediu temporariamente de caminhar. Por meses, ela precisou ser carregada. Recentemente, voltou a dar alguns passos.

Campanha tenta ajudar Maria Clara a fazer cirurgia no coração

Vida normal
Acosta explica que, com o passar dos anos, o efeito pode ser a dificuldade em caminhar, mas sem dor física. Mas, caso não faça a cirurgia, o mal encaixe favorece o surgimento de artrose precoce, porque o fêmur acaba encostando no lugar diferente do que deveria. Além disso, a coluna pode ser prejudicada.

A expectativa é que a vida de Lara comece a voltar ao normal, a partir de meados de março, quando ela fará a segunda cirurgia para a correção no outro lado do quadril. Desta vez, o procedimento contará com a ajuda do biomodelo. Essa será a primeira cirurgia na área da traumatologia utilizando a técnica em crianças no Husm, que atende exclusivamente a pacientes do SUS. E também a primeira cujo o processo foi feito inteiramente no hospital. Em 2016, foram realizados seis procedimentos utilizando a técnica em adultos – um em traumatologia e cinco em odontologia. No caso da Lara, a bacia da paciente foi recriada em três dimensões.

Lara, que será operada, em março, com ajuda da nova tecnologia, ao lado do pai, Ricardo Rodrigues da Silva  Foto: Fernanda Ramos / NewCo DSM

– A cirurgia vai permitir que a bacia vá se remodelando e ajustando ao fêmur para que ela tenha um crescimento normal. Com a tecnologia, eu tenho a peça em mãos exatamente como ela está nesse momento. Haverá uma vantagem em tempo cirúrgico e em precisão também – explica o médico.

Segundo Acosta, será necessário fazer um corte no osso da bacia, e outro, no osso do fêmur, que será encurtado, para possibilitar o encaixe. Normalmente, o procedimento que é considerado complexo pelo médico levaria entre quatro a cinco horas. A expectativa é que, com o uso da tecnologia, esse tempo seja reduzido e que a precisão seja maior. Isso porque o médico pode, por meio do modelo em plástico, feito em 3D, de forma fidedigna à parte do corpo da menina (com o mesmo tamanho e a mesma deformidade), analisar quais os melhores pontos para atuar.

Husm investiga cirurgia feita em paciente com plano de saúde

Além disso, o médico fez uma cirurgia simulada por meio virtual e outra direto na peça reproduzida. Os passos permitirão que, no momento da cirurgia real na paciente, o médico saiba as posições mais adequadas para os cortes ósseos, além de determinar o tamanho e material da placa e de outros elementos que serão usados na menina.

Como funciona:
– Segundo o dentista e professor Gustavo Dotto, idealizador do projeto, o processo começa ao fazer uma imagem da parte do corpo que precisa ser tratado, por meio de uma tomografia. Para isso, é utilizado um aparelho que usa pouca radiação para criar a imagem, como em um Raio X
– Depois, a imagem é usada na impressão 3D da parte do corpo do paciente que vai ser operada. Com ela, os médicos podem estudar melhor a forma de tratamento e agilizar o processo tanto para os profissionais do hospital como para o doente
– Os primeiros procedimentos foram feitos em 2016 com a ajuda de uma impressora 3D ofertada por uma empresa no Tecnoparque de Santa Mariaz No início de fevereiro deste ano, chegaram as duas impressoras adquiridas pelo Husm. Os equipamentos foram adquiridos por R$ 22 mil. O custo operacional varia de acordo o tipo de peça impressa
– Pelo menos mil pacientes das áreas de cardiologia, traumatologia e odontologia serão beneficiados, a cada mês
– A técnica deve agilizar os procedimentos cirúrgicos, garantir mais precisão e, com isso, diminuir o tempo de recuperação do paciente

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRenato Mirailh: há mais de 30 anos nos palcos santa-marienses https://t.co/EJW8pNL2sF https://t.co/Gj4SKJPLNphá 22 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltantes amarram casal de agricultores e fogem levando dinheiro e um carro https://t.co/bp0ydKBG8p https://t.co/A7KW3xj4gOhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros