Segunda quinzena de janeiro terá chuvas, mas calor segue intenso - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Tempo14/01/2017 | 10h06Atualizada em 14/01/2017 | 10h06

Segunda quinzena de janeiro terá chuvas, mas calor segue intenso

Fim de semana será marcado por instabilidade e altas temperaturas

Segunda quinzena de janeiro terá chuvas, mas calor segue intenso Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

Vai aproveitar a segunda quinzena de janeiro no litoral? Sorte sua! Os próximos dias serão perfeitos para quem quer curtir o mar limpo e o sol quente – com temperaturas acima de 37°C e sensação térmica passando dos 40°C, com pancadas de chuva rápidas nos fins de tarde. Já quem vai ficar em Santa Maria e na região central do Estado deve ter de conviver com as mesmas temperaturas, sem o refresco da praia.

Segundo o meteorologista Gustavo Verardo, os modelos climáticos preveem dias e noites quentes e abafadas para o Coração do Rio Grande.

– As madrugadas terão mínimas acima dos 20°C – diz.

Os termômetros chegaram a 35,4°C, na sexta-feira e, neste fim de semana, o calor não dará trégua, ainda que a instabilidade volte a afetar a região. De acordo com a Somar Meteorologia, deve haver pancadas isoladas na manhã, mas a temperatura mínima será de 22ºC e, a máxima, de 35ºC. No domingo, um sistema de baixa pressão se aproxima do Rio Grande do Sul e deve seguir trazendo chuva. A Somar Meteorologia alerta para elevados volumes de água e eventuais quedas de granizo. Os termômetros devem variar entre 22ºC e 36ºC.

Termelétrica em São Sepé deve abrir mais 100 vagas de emprego

Na segunda-feira, um ciclone extratropical avança pelo oeste do Estado, o que gera mais zonas de instabilidade. Há possibilidade de queda de granizo, descargas elétricas e rajadas de vento.

Com a previsão de dias escaldantes, profissionais da saúde alertam para a necessidade de nos protegermos dos efeitos nocivos do calor do organismo, como queimaduras de pele, desidratação e até a digestão.

Conforme o endocrinologista Moacir Dariano, a água gelada ajuda a baixar a temperatura corporal, além de manter o corpo hidratado. O ideal é beber, no mínimo, 10 copos por dia. Além disso, o médico recomenda evitar pratos pesados nas refeições.

Alunos da UFSM fazem foto inédita de tarântula devorando uma cobra

– Alimentos gordurosos aumentam a sensação de calor, além de exigir muita energia para a digestão. E isso gera aquela sensação de amolecimento do corpo e sonolência, comum quando a gente come demais – explica Dariano.

A última dica é usar o filtro solar para sair à rua e renovar a camada do produto em caso de suor intenso ou exposição excessiva ao sol. Confira no quadro outras dicas para suportar os dias que virão.


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @joao_lamas: Dois são presos em operação contra assaltos e furtos em Santa Maria https://t.co/HeVNwLE3iy @diariosm https://t.co/QjL5qFUz…há 3 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMProfessores da UFSM vão aderir à greve geral contra reformas trabalhistas https://t.co/j3FPUDwY7t https://t.co/zT8NbLDKCQhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros