Dupla é absolvida de morte de agricultor em Mata - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Justiça25/01/2017 | 18h57Atualizada em 25/01/2017 | 18h57

Dupla é absolvida de morte de agricultor em Mata

Juiz absolveu sumariamente dois homens que eram suspeitos de participar do crime. Adolescente foi responsabilizado

Um crime que chocou a pequena cidade de Mata, que tem pouco mais de 5 mil habitantes, teve o seu primeiro desfecho na Justiça na segunda-feira. O juiz Thiago Tristão Lima, titular da comarca de São Vicente do Sul, onde tramita o processo, absolveu, sumariamente, Fábio Franco Taschetto e Claudiomiro Vieira Bento da morte de Gabriel Scalcon, 41 anos, no dia 5 de agosto, na localidade de Linha Canoa, no interior do município. Na prática, os dois não foram pronunciados, ou submetidos ao julgamento popular pelo Tribunal do Júri, como, na maioria das vezes, acontece em casos de homicídio. No entendimento do magistrado, havia provas de que Taschetto e Bento não participaram do crime. Um adolescente de 17 anos, que assumiu a autoria do assassinato, foi responsabilizado pelo crime e está internado na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Case), onde permanecerá por dois anos.

Polícia investiga possível homicídio em Mata

Taschetto e Bento haviam sido denunciados pelo Ministério Público por homicídio duplamente qualificado, já que Scalcon teria sido morto por motivo torpe, devido a uma vingança, e por recurso que impossibilitou a defesa da vítima. No entanto, depois, o próprio MP pediu a absolvição de Bento e a pronúncia apenas de Taschetto. Porém, a defesa dos réus conseguiu comprovar que os dois não estavam junto do adolescente nem antes, nem no momento, nem depois do crime, ajudando-o ou tentando lhe acobertar.

Homem suspeito de envolvimento em assassinato em Mata é preso

Taschetto conseguiu comprovar, por meio de documentos que solicitou no Fórum e em um banco da cidade, que não estava no local do crime. Já Bento, que havia sido visto por testemunhas junto com o adolescente em uma estrada, também não teve sua participação comprovada, já que estavam distantes cerca de 1 km do local do crime. Além disso, ele não apresentava nenhuma reação suspeita. Um facão que ele portava na cintura e suas roupas chegaram a passar por perícia, que não confirmaram nenhum vestígio de sangue.

Mais um homem é preso por suspeita de participação em assassinato em Mata

– Foi o que disse desde o início, não havia prova suficiente para incriminar os meus clientes, e está aí o resultado. Tivemos êxito na prova, comprovando onde o Fábio estava. O Claudiomiro estava com um facão porque, no interior, é normal, o pessoal usa para o serviço. Mata é uma cidade pequena e existe uma certa perseguição aos meus clientes, mas nem tudo pode se atribuir às mesmas pessoas – afirma o advogado da dupla, Divor Rittes Bassan Filho.

O advogado diz ainda que não descarta ingressar com uma ação indenizatória por conta do tempo em que seus clientes estiveram presos. Ainda cabe recurso do Ministério Público.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Inter-SM reencontra o União-FW no último amistoso da pré-temporada: https://t.co/AjyMSiNzT9 @diariosm https://t.co/QU5bJwv…há 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM8 opções para quem quer sair de casa, mas não quer pular Carnaval: https://t.co/acMF1d0WsX https://t.co/a7QfeFPQdAhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros