Chuva deixou estragos na região - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Tempo04/01/2017 | 22h00Atualizada em 04/01/2017 | 22h00

Chuva deixou estragos na região

Em Agudo, dois arroios transbordaram e comércio fechou as portas

Chuva deixou estragos na região Germano Rorato/Agencia RBS
Motoristas precisaram de cuidado para cruzar trecho alagado na Rua Duque de Caxias, em Santa Maria Foto: Germano Rorato / Agencia RBS
Dandara Flores Aranguiz
Dandara Flores Aranguiz

dandara.aranguiz@diariosm.com.br

A chuva que atingiu Santa Maria na quarta-feira amenizou um pouco o calorão dos últimos dias, mas também provocou alguns estragos na região. Às 14h, as rajadas de vento chegaram aos 62 km/h na Base Aérea de Santa Maria (Basm). Mas de acordo com o meteorologista Gustavo Verardo, a chuva caiu de forma irregular. Em Camobi, por exemplo, choveu 14mm, enquanto na área central, o registro foi de 32mm até as 16h.

Foi água suficiente para alagar algumas ruas da cidade. Os motoristas que trafegaram pela Rua Duque de Caxias, esquina com a João Batista da Cruz Jobim, precisaram de atenção redobrada por conta do alagamento na via no início da tarde.

Casebre para onde dona Rosani morava com os cinco filhos praticamente voou com a ventania de terça-feira Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

Além de alívio na temperatura, a pancada de chuva fez acalmar os ventos fortes que sopraram em alguns cantos da cidade, causando danos. Que o diga a dona de casa Rosani Nunes dos Santos, 37 anos. Com a ventania da noite de terça-feira, o casebre de lona onde morava com os cinco filhos, no bairro Nova Santa Marta, foi praticamente destruída. 

Ela recebeu ajuda de vizinhos para recolher seus poucos pertences, que foram guardados em um galpão emprestado. A dona de casa lamenta a triste sorte que teve na casa para onde havia acabado de se mudar.

– Estávamos morando em uma casa cedida pela igreja, mas, na terça-feira, tivemos de deixar o local. Aí, nos cederam essa área e arrumaram esse barraquinho, mas o vento levou tudo embora – relata Rosani, que está dormindo na casa de uma vizinha.

Cheia em sanga que corta a Vila Caiçara, na Região Norte de Agudo, invadiu cerca de 50 residências Foto: Erni Bock / Especial

Em Agudo, os estragos da chuva foram mais fortes. De acordo com os Bombeiros Voluntários do município, o local mais afetado foi a Vila Caiçara. Uma sanga transbordou e a água invadiu cerca de 50 casas. Além disso, 40 residências foram destelhadas pelo vento. Foram distribuídos cerca de 400 metros de lona às famílias. 

No Centro, o Arroio Hermes, que corta a Avenida Concórdia, também transbordou e a água invadiu as lojas, que precisaram fechar as portas. A Avenida Borges de Medeiros ficou interrompida por alguns instantes devido ao alagamento.

Parte de São Sepé ficou sem energia elétrica em função de danos na rede.

A previsão para os próximos dias é de tempo instável, calor e umidade. A chuva deve voltar a cair hoje. A temperatura pode chegar a 30°C. 

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltantes amarram casal de agricultores e fogem levando dinheiro e um carro https://t.co/bp0ydKBG8p https://t.co/A7KW3xj4gOhá 3 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMNova loja de shopping abre 16 vagas de empregohttp://bit.ly/2AZy0UU https://t.co/ynjKeTqcqGhá 4 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros