Polícia conclui que manifestantes agrediram policias durante confronto em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Investigação01/12/2016 | 08h52Atualizada em 01/12/2016 | 08h53

Polícia conclui que manifestantes agrediram policias durante confronto em Santa Maria

Os quatro inquéritos da Polícia Civil já foram concluídos e remetidos ao poder judiciário

Polícia conclui que manifestantes agrediram policias durante confronto em Santa Maria Maiara Bersch/Agencia RBS
Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

A Polícia Civil concluiu o último dos quatro inquéritos que investigavam a conduta de policiais militares e manifestantes durante um confronto que houve na Avenida presidente Vargas, bairro Nossa Senhora de Fátima, dia 11 de agosto em Santa Maria.

Policiais são responsabilizados por agressão contra manifestantes em Santa Maria

De acordo com o delegado Jun Sukekava, responsável pelos inquéritos que apuravam supostas agressões da Brigada Militar (BM) contra manifestantes adultos e desses manifestantes contra a BM, os manifestantes agrediram os policiais. O outro inquérito que estava sob a sua responsabilidade havia sido concluído, tendo por base provas testemunhais e de registros de câmeras de segurança, que houve também agressão aos manifestantes por parte dos policiais, que vão responder por isso.

Suspeitos de agredir policiais em Santa Maria responderão por desobediência e desacato

– Os dois procedimentos já foram remetidos à Justiça, que faz o encaminhamento para a responsabilização ou não dos envolvidos – relata.

Os outros dois inquéritos estão sob a responsabilidade da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), já que há envolvimento de adolescentes. Cinco deles foram responsabilizados por desacato e desobediência.

– Os adolescentes não acataram as ordens dos policiais para que largassem os pedaços de pau que carregavam, reagiram e xingaram a guarnição quando foram detidos – contou a delegada Luiza Souza, responsável pela investigação.

Polícia instaura quatro inquéritos para investigar confronto entre BM e manifestantes em Santa Maria

Não foi possível confirmar se eles teriam agredido os policiais.

O caso
Oito policiais acompanhavam um grupo de manifestantes ao longo da Avenida Presidente Vargas na noite de 11 de agosto, quando acontecia um "ato contra o sucateamento da educação pública e pelos direitos estudantis".

Quando os manifestantes tentaram bloquear o trânsito na esquina com a Rua Visconde de Pelotas, foram impedidos pelos PMs, momento em que teria começado o confronto.

BM abre inquérito para apurar conduta de policiais em confronto com manifestantes em Santa Maria

A polícia alega que foi agredida a pedradas e com bastões que sustentavam bandeiras e faixas carregadas pelos manifestantes. Um dos policiais ficou ferido.

Parte do grupo fugiu e teria pulado o muro do Colégio Cilon Rosa, onde teria sido agredido pelos policiais. Houve pelo menos oito detidos. Cinco policiais ficaram feridos. Mas o número de manifestantes que ficaram machucados ainda não foi contabilizado pela investigação.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSuspeito de integrar movimento neonazista é preso em Cruz Alta https://t.co/HlPiwvvtk9 https://t.co/EtWLEXWtgEhá 13 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMEstudantes começam a desocupar prédios da UFSM https://t.co/fHTMnU4nv0 https://t.co/uC8MlLQBGhhá 13 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros