Em resposta à votação do pacote Sartori, Susepe deflagra greve na Região Central - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Segurança20/12/2016 | 15h49

Em resposta à votação do pacote Sartori, Susepe deflagra greve na Região Central

Paralisação afeta casas prisionais em nove cidades

A Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) deflagrou, às 18h de segunda-feira, greve em resposta à votação das propostas de ajuste fiscal sugeridas pelo governo Sartori na Assembleia Legislativa. Na Região Central, a paralisação afeta casas prisionais em nove cidades.

Após confronto com a BM na Capital, professores protestam em Santa Maria

Conforme Paulo Brites, delegado sindical do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Rio Grande do Sul (Amapergs), será mantido nas casas prisionais o efetivo de 30%, conforme o exigido por lei, o que restringe serviços.

– Será mantido o básico, como alimentação e atendimentos médicos de urgência e emergência. As visitas vão ocorrer de acordo com a disponibilidade da segurança no dia. Se for possível 100, serão 100. Se for duas, serão duas. Alvarás de soltura serão cumpridos. Não haverá transferência de detentos ou transporte para audiências – explica Brites.

Estão abertas as inscrições para expor nos espaços mantidos pela prefeitura

A greve deve se estender até o fim da votação, previsto para esta semana. Além da Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm) e do Presídio Regional de Santa Maria (PRSM), vão operar nesse esquema os presídios e penitenciárias das cidades de Agudo, São Sepé, Jaguari, São Vicente do Sul, Cacequi, Santiago, São Francisco de Assis e Júlio de Castilhos.

Nesta quarta-feira, servidores penitenciários devem ir para Porto Alegre para participar de protestos contra a medida proposta pelo governo.

Ospa faz concerto gratuito nesta terça-feira em Santa Maria

O que foi proposto por Sartori

O pacote de ajuste fiscal prevê revisão dos benefícios fiscais, mudança no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da indústria, data de pagamento do 13° salário, folha dos servidores, nota fiscal gaúcha, saldo dos outros poderes (para evitar que os recursos do Fundo de Reforma do Estado sejam objeto de saque) e repasse dos duodécimos. Os detalhes podem ser conferidos aqui.

O pacote também busca a modernização da estrutura do Estado, com redução e fusão de secretarias, extinção de fundações, alteração e extinção de autarquias e companhias, que podem ser federalizadas ou privatizadas, e alteração nos benefícios concedidos aos servidores públicos.

A votação começou na segunda-feira, com três projetos aprovados. Ela continua nesta terça.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM1.766 candidatos disputam 30 vagas de emprego em loja de Santa Maria https://t.co/IMQlBoyV3O https://t.co/3H1upYXuvzhá 1 horaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMorre o médico e professor João Eduardo Oliveira Irion https://t.co/YYFqLLEm4y https://t.co/g0t5RvRMJjhá 2 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros