Adolescente morre a tiro no bairro Pé-de-Plátano - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Violência25/12/2016 | 15h30Atualizada em 26/12/2016 | 12h01

Adolescente morre a tiro no bairro Pé-de-Plátano

Luis Fellipe de Lima foi encontrado baleado em um campo de uma propriedade rural

Diário de Santa Maria
Diário de Santa Maria

Um adolescente de 16 anos morreu após ser baleado no bairro Pé-de-Plátano na região leste de Santa Maria. Ele foi identificado como Luis Fellipe de Lima. O caso teria ocorrido entre a noite de sexta-feira e  madrugada deste sábado.

A ocorrência policial registra o encontro de um cadáver por volta das 9h de sábado, em um campo de uma propriedade rural que tem como acesso a estrada Daniel Rizzi, e fica perto do Hotel Fazenda Pampas.

Segundo o registro, a Brigada Militar foi acionada e quando chegou ao local verificou que se tratava de um homicídio, já que havia perfurações no corpo, provavelmente, causadas por um disparo de arma de caça.

Leia também:
Polícia já tem pistas da quadrilha que assaltou bancos em São Sepé
"Não deu nem para ver de onde atiravam", diz policial civil que trocou tiros com assaltantes em São Sepé
"Ou os bancos colocam segurança 24 horas, ou vamos ter de proibir caixas eletrônicos", diz Schirmer

Equipes da Polícia Civil e do Instituto-Geral de Perícias fizeram o levantamento no local. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa já começou a investigar as circunstâncias do crime.

Luis Fellipe foi sepultado na manhã deste domingo, no Cemitério Jardim da Saudade, no bairro Caturrita.

De acordo com relato de familiares, que preferiram não ter os nomes divulgados, Luis Fellipe saiu da casa onde morava com a mãe, os irmãos e o padrasto, na mesma região, na manhã de sexta-feira, para encontrar-se com amigos, e não foi mais visto. 

Quando a mãe chegou do trabalho no final da tarde daquele dia, não encontrou Luis Fellipe. Passado algum tempo, os irmãos saíram para procurá-lo pelas redondezas, mas não o localizaram. Na manhã do dia seguinte (sábado), uma tia do adolescente recebeu uma ligação pedindo que os familiares fossem ao Posto Médico-Legal para reconhecer o corpo. Dessa forma, a família confirmou que se tratava de Luis Fellipe. 

Segundo os parentes, ele estudava na Escola Margarida Lopes e estava no 1º ano do Ensino Médio. Essa é a 63ª morte violenta neste ano em Santa Maria. A Polícia Civil trata o caso como legítima defesa, o que não configuraria crime. Segundo relatos de testemunhas à polícia, Luis Fellipe estaria com outros jovens tentando furtar animais do local quando teria ocorrido uma troca de tiros entre o grupo e pessoas ligadas à propriedade. 

Os fragmentos do projétil atingiram o adolescente no pescoço, no rosto e no braço direito. Junto ao corpo dele, foram encontradas embalagens com pedaços inteiros de carne de gado. Por isso, a polícia suspeita de abigeato. Os demais integrantes do grupo fugiram do local e não foram localizados.

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltantes amarram casal de agricultores e fogem levando dinheiro e um carro https://t.co/bp0ydKBG8p https://t.co/A7KW3xj4gOhá 1 horaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMNova loja de shopping abre 16 vagas de empregohttp://bit.ly/2AZy0UU https://t.co/ynjKeTqcqGhá 2 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros