Suspeito de ser chefe de grupo criminoso em Santa Maria é solto - Diário de Santa Maria

Justiça14/11/2016 | 20h29Atualizada em 14/11/2016 | 20h29

Suspeito de ser chefe de grupo criminoso em Santa Maria é solto

Jair Neves Moreira, 45 anos, cumpria 33 anos de condenação e já havia foragido uma vez

Foi solto na última sexta-feira, um nome conhecido no mundo do crime em Santa Maria. Jair Neves Moreira, 45 anos, deixou a Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm) cerca de seis meses depois de ter sido recapturado em Santa Catarina. Ele havia foragido depois de não se reapresentar para cumprir pena no regime semiaberto. O apenado é considerado o líder do grupo chamado "Os Cebolas", que atua, principalmente, no tráfico de drogas na região do bairro Salgado Filho, na Zona Norte de Santa Maria. Junto com um irmão, também seria chefe de uma galeria na Pesm.

A rede do tráfico em Santa Maria

Jair Cebola, como é conhecido, foi solto por conta de uma nova jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Como havia foragido, o detento regrediu de regime e passou novamente ao fechado. Quando o apenado comete alguma falta, geralmente é aberto um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD). Até então, para casos de fuga, o que é considerado uma falta grave, não era necessária a instauração do processo. No entanto, a Súmula 533 do STJ mudou a decisão em 10 de junho deste ano.

Polícia trata caso de agricultor encontrado morto como latrocínio

Com isso, o advogado de defesa de Jair, Wedner Lima, recorreu ao Tribunal de Justiça do Estado. Os desembargadores da Terceira Câmara Criminal aceitaram a justificativa.

Santa Maria pode receber PM's até a metade do ano que vem

– Esse era o entendimento, de parte do administrativo das casas prisionais e do próprio Judiciário, que, em caso de fuga, não era necessário (o PAD). Porém, isso mudou, o detento tem o direito de se defender. Fizemos o pedido, que foi acatado. Sabemos que eles (Cebolas) ainda mantêm o mesmo status – afirma o advogado de Jair Cebola, Wedner Lima.

Defesa de Stéphanie vai recorrer de decisão do Tribunal de Justiça 

Jair Cebola começou a cumprir sua pena em 28 de junho de 2003. Os Cebolas ainda teriam uma rixa com um grupo criminoso chamado de K2, com atuação na região do bairro KM 3, na região nordeste de Santa Maria. Ele tem condenação de 33 anos e três meses de prisão por roubo majorado (com uso de arma e mais de uma pessoa), tráfico de drogas (duas vezes), posse de arma de fogo e associação para o tráfico.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCidades da Região Central terão sistemas de videomonitoramento https://t.co/nquZhDgJh2 https://t.co/3azEfTYilyhá 43 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMLista dos aprovados no vestibular da Unifra será divulgada nesta quarta-feira https://t.co/jbTK4FgCZa https://t.co/TxeAwWlNOphá 1 horaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros