Suspeito de assassinato em Tupanciretã é preso na rodoviária de Júlio de Castilhos - Diário de Santa Maria

Investigação17/11/2016 | 11h04Atualizada em 17/11/2016 | 11h04

Suspeito de assassinato em Tupanciretã é preso na rodoviária de Júlio de Castilhos

Polícia acredita que ele pretendia fugir

Suspeito de assassinato em Tupanciretã é preso na rodoviária de Júlio de Castilhos Polícia Civil/Divulgação
Suspeito não teve a identidade divulgada pela polícia Foto: Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil prendeu, preventivamente, um homem de 40 anos suspeito de ter assassinado Júlio Cézar de Agostinho, 36, no dia 13 de agosto em Tupanciretã.

De acordo com o delegado Adriano de Rossi, titular da delegacia de Tupanciretã e responsável pelo caso, a investigação descobriu que o suspeito tinha pegado um carona em Tupanciretã com destino a Júlio de Castilhos.

Homem é morto dentro de casa em Tupanciretã

– Nós tínhamos a informação de que ele pretendia pegar um ônibus para fugir para um município do sul do Estado, Pedras Altas, onde tinha família – relata de Rossi.

O suspeito foi abordado na rodoviária de Júlio de Castilhos. Ele negou o crime em depoimento à Polícia Civil. No entanto, de Rossi conta que há "provas contundentes" de que ele teria cometido o crime. A motivação estaria relacionada com o tráfico de drogas.

Homem que levou tiro de vigia em posto de combustível vai pedir indenização

– Ele disse que era amigo da vítima e que não teria motivo para cometer o crime. Nós acreditamos que havia uma desavença envolvendo o tráfico – afirma de Rossi.

Ele foi levado para o Presídio Estadual de Júlio de Castilhos e deve ser indiciado por homicídio qualificado por recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

O crime

Foto: Júlio Cézar de Agostinho / Arquivo Pessoal

Agostinho foi morto dentro de casa, no bairro Ana Terra, com dois tiros nas costas. A Brigada Militar (BM) o encontrou caído de bruços no chão da cozinha por volta das 21h30min daquele dia.

Uma testemunha que estava dentro de casa no momento do crime disse que teria ido ao banheiro quando escutou os disparos da arma de fogo. A Polícia Civil acredita que o suspeito estava no pátio, pois a testemunha disse ter visto ele fugindo por lá. Outras testemunhas do bairro também teriam visto o suspeito em fuga.

Bombeiros localizam corpo de homem que estava desaparecido no Rio Toropi 

Investigação

Conforme o delegado, a prisão preventiva do suspeito havia sido permitida pelo Justiça ainda em agosto, no entanto, o suspeito teria fugido para outra cidade, e não foi localizado.

Recentemente, a polícia descobriu que ele tinha voltado para Tupanciretã, mas seu paradeiro na cidade era desconhecido. Quando receberam a informação, na última terça, de que ele tinha viajado de carona para Júlio de Castilhos, e que pretendia deixar a região central do Estado, uma força-tarefa se deslocou ao município para prendê-lo.

– Foi um caso um pouco complicado – declara de Rossi.

Ele também é investigado por suspeita de ter cometido diversos furtos em Tupanciretã.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 6 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros