Obra na Faixa Velha pode demorar mais um ano para ficar pronta - Diário de Santa Maria

ERS-50928/11/2016 | 10h01Atualizada em 28/11/2016 | 10h01

Obra na Faixa Velha pode demorar mais um ano para ficar pronta

Duplicação depende de liberação de dinheiro pelo governo

Obra na Faixa Velha pode demorar mais um ano para ficar pronta Germano Rorato/Agencia RBS
Daer pretende liberar a segunda pista até o final do ano Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

Iniciada no final de 2013 e prometida para dezembro de 2015, a obra de duplicação de 4,3 quilômetros da Faixa Velha de Camobi (ERS-509) está atrasada em um ano e recém chegou na metade.

Apesar de o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (Daer) ter no contrato que o novo prazo de conclusão acaba em final de maio de 2017, é bem provável que ocorra prorrogação e que a obra só termine no segundo semestre do ano que vem.Isso, se houver o dinheiro necessário, pois o Daer ainda não sabe quanto de verba haverá disponível para a Faixa Velha no orçamento de 2017. Ou seja, na melhor das hipóteses, a duplicação levará o dobro do tempo previsto, prolongando os transtornos para os moradores e motoristas, que precisam conviver por tanto tempo com desvios e congestionamentos.

O atraso na duplicação ocorreu não por culpa das construtoras, mas devido ao pequeno repasse de verbas. Nesses três primeiros anos, foram investidos R$ 16,5 milhões na construção das pistas, o que representa menos da metade (44%) do previsto – ainda faltam R$ 20 milhões.

Quase a totalidade da nova pista já foi construída e pavimentada, exceto o trecho perto do viaduto, na entrada para o bairro São José. Agora, a Della Pasqua Engenharia está realizando a recuperação da pista antiga, pois é preciso restaurar e modificar o caimento da pista, além do reasfaltamento e da conclusão das canalizações de travessia de drenagem pluvial.

Viaduto

Além de deixar a pista antiga em condições de nova e sinalizá-la, ainda falta concluir os desvios, a urbanização e os aterros para o viaduto. Na obra do viaduto da Faixa Velha, que começou com dois anos de atraso, o Daer já gastou R$ 1,52 milhão, o equivalente a 46% do cronograma, e faltam R$ 1,78 milhão. Isso que há verbas garantidas para a obra por meio de repasse da União com o dinheiro arrecadado com a Cide (contribuição paga pelo cidadão nos combustíveis).

Até agora, foram feitas as fundações e os pilares. A confecção das vigas pré-moldadas está em andamento. Caso haja garantia de verbas, o viaduto deve ficar pronto até 13 de maio do ano que vem. A partir daí, a Della Pasqua ainda precisará de pelo menos três meses para fazer os aterros e pavimentar o entorno.

Liberação da nova pista

Conforme a assessoria de imprensa do Daer, a intenção é que, até o final do ano, o trânsito seja liberado na pista antiga, do viaduto até a empresa Walter Beltrame. Com isso, a partir do final de dezembro, não haveria mais desvios nesse trecho, o que amenizaria muito os transtornos no trânsito.

A previsão é também que, até o final do ano, estejam operando normalmente os abrigos de ônibus nesse trecho, com a construção de calçadas e rampas dos abrigos e pintura de faixas de segurança nas paradas do Pé de Plátano, Cauzzo, Citroën e Cachoeira Automóveis.


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMUFSM abre concurso para professor do Magistério em Santa Maria https://t.co/Vkep7DEYOT https://t.co/0wcMVcwKCNhá 19 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMUnifra divulga lista dos aprovados no vestibular de verão https://t.co/J6BjeNK1wH https://t.co/NWdLGjWcajhá 39 minutosRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros