Irmãos suspeitos de matar homem com 16 facadas em Santa Maria são indiciados - Diário de Santa Maria

53º homicídio22/11/2016 | 19h31Atualizada em 22/11/2016 | 19h32

Irmãos suspeitos de matar homem com 16 facadas em Santa Maria são indiciados

Dupla alega legítima defesa. Delegado indiciou a dupla por homicídio triplamente qualificado

Irmãos suspeitos de matar homem com 16 facadas em Santa Maria são indiciados Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) concluiu, nesta terça-feira, o inquérito que apurou a morte de Luciano da Rosa, 30 anos, no dia 13 de novembro, na Vila Lídia, bairro Noal, na região centro-oeste de Santa Maria. O delegado Gabriel Zanella, que conduziu a investigação, indiciou os irmãos Jerison Patrick Ferreira de Castro, 20 anos, e Maicon Cristiano Ferreira de Castro, 32, por homicídio triplamente qualificado.

"Foi no calor do momento", diz suspeito de matar homem com 14 facadas em Santa Maria

Luciano foi morto na frente da casa dos irmãos, na Rua H, por volta das 20h30min daquele dia. A vítima teria ido até o local, onde começou a brigar com os dois. Luciano foi atingido por 16 facadas. Maicon também ficou ferido, foi socorrido, levado ao Pronto-Atendimento do Patronato e, depois, preso em flagrante. Ele está na Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm) desde então.

Suspeito de matar homem com 14 facadas em Santa Maria é preso

Jerison fugiu. Dois dias depois, ele se apresentou na DPHPP e alegou legítima defesa. Como já havia passado o flagrante, ele não foi preso. Conforme o jovem, Maicon tentou tirar a faca de Luciano quando foi atingido. Jerison, então, interveio, desarmou a vítima e desferiu os golpes. Questionado sobre a quantidade de facadas, ele disse que "foi no calor do momento".

Jerison Patrick, ao lado do seu advogado, Divor Rittes (de branco), alegou legítima defesa quando se apresentou Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Homem de 28 anos é morto com 14 facadas após briga em Santa Maria

Para o delegado Zanella, o crime foi praticado por motivo fútil, em razão de uma rixa que Jerison e Luciano tinham. Também foi utilizado meio cruel, por conta das 16 facadas – inicialmente, seriam 14 facadas, mas o laudo pericial apontou 16 –, e não foi dada chance de defesa para a vítima.

Mãe é indiciada por morte de bebê que teria sofrido maus-tratos em Santa Maria

O advogado dos irmãos, Divor Rittes Bassan Filho, diz que vai aguardar a denúncia do Ministério Público para se manifestar oficialmente no processo.

Suspeita de maus-tratos a animais em Santa Maria é indiciada por estelionato

– Nem sempre a denúncia acompanha o indiciamento. Após isso, vamos nos manifestar na defesa preliminar. A nossa tese continua de legítima defesa. O Maicon não tinha nada a ver. A própria faca foi tomada da vítima, os dois irmãos não estavam armados. Se o Jerison não tivesse reagido, ele é quem estaria morto – argumenta o advogado.

Luciano da Rosa foi morto com 16 facadas Foto: Reprodução / Reprodução


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMConfira as vagas de empregos do Sine para segunda-feira em Santa Maria https://t.co/keWO2QnuTn https://t.co/eGx5HrXDVkhá 8 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM34 coisas para fazer em Santa Maria e região neste final de semana https://t.co/c11n0S8KbU https://t.co/9o1wex3ugUhá 9 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros