Suspensa licitação que escolherá empresa para administrar cemitério - Diário de Santa Maria

Versão mobile

Santa Maria17/10/2016 | 15h20Atualizada em 17/10/2016 | 15h20

Suspensa licitação que escolherá empresa para administrar cemitério

Executivo suspendeu o processo depois que uma empresa fez pedido de impugnação do edital

Suspensa licitação que escolherá empresa para administrar cemitério Maiara Bersch/Agencia RBS
Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

A prefeitura de Santa Maria suspendeu o processo licitatório para escolha da nova gestora do Cemitério Ecumênico Municipal. É a segunda vez neste ano que o edital é suspenso.

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, a Secretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços pediu a suspensão do processo depois que uma das empresas interessadas em explorar o serviço questionou termos do edital. A prefeitura não divulgou qual foi o questionamento da empresa.

Nova licitação para gestão do Cemitério Ecumênico exige menos serviços

A suspensão ocorreu para que seja avaliado o questionamento. Depois disso, há duas possibilidades: fazer o acerto exigido pela empresa ou publicar um novo edital. Independentemente do que acontecer, não há prazo para que isso aconteça. Ou seja, a expectativa de que uma nova gestora assumisse ainda este ano o Ecumênico foi frustrada.

Novo edital para gestão do Cemitério Ecumênico Municipal é lançado

Como era a licitação

A vencedora da concorrência deve receber, mensalmente, pela exploração dos serviços, R$ 198.565,64. Por ano, R$ 2.382.787,62. O valor é R$ 1,1 milhão menor do que o previsto inicialmente (no primeiro edital, a estimativa era de R$ 3.590.703,41 anuais). 

Ela precisa construir cinco capelas velatórias e 450 carneiras em até 48 meses. Não há mais a exigência para instalação de bar e lancheria, como constava no primeiro edital. A vencedora da licitação deve prestar todos os serviços cemiteriais (limpeza e atualização dos lotes, por exemplo). Também é exigida a remodelação da estrutura logística do cemitério, bem como a reordenação urbanística.

Licitação é adiada pela quarta vez em Santa Maria

Outro ponto é que o sistema do cemitério deverá ser informatizado. Dessa forma, ao fim de cada mês, um relatório de toda a manutenção feita no local deve ser encaminhada à prefeitura, que ficará responsável pela fiscalização. A medida visa coibir problemas de gestão financeira e de pessoal.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBom dia! Faz 20°C. Máxima de 32°C de tarde. De noite, cai para até 24°C. Há chances de chuva para todo o dia. A cap… https://t.co/FmsCwGA2yhhá 42 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM7 opções para aproveitar a terça-feira em Santa Maria https://t.co/0n8iuPIqRV https://t.co/PPnFD4pbDHhá 16 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros