Obra de esgoto no bairro Km 3 pode demorar 11 meses a mais que o previsto para ficar pronta - Diário de Santa Maria

Infraestrutura10/10/2016 | 12h00Atualizada em 10/10/2016 | 12h00

Obra de esgoto no bairro Km 3 pode demorar 11 meses a mais que o previsto para ficar pronta

Prefeitura encontra problemas com fornecedor de equipamentos para construção da estação de tratamento

Obra de esgoto no bairro Km 3 pode demorar 11 meses a mais que o previsto para ficar pronta Prefeitura de Santa Maria/Divulgação
Foto: Prefeitura de Santa Maria / Divulgação

Prevista para ficar pronta em até 120 dias a partir de janeiro de 2015, a obra de esgotamento sanitário do Loteamento Estação dos Ventos, no bairro Km 3, pode demorar até 11 meses para ser concluída.

Começam obras de esgoto no bairro Km 3 em Santa Maria

De acordo com a fiscal da obra, a arquiteta Lídia Rodrigues, a obra está praticamente pronta, o impasse é com o fornecedor dos equipamentos necessários para erguer a Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), prevista no edital. Como a licitação estimava um término em até quatro meses, e a fornecedora só poderá entregar os equipamentos em março do ano vem, criou-se um problema.

Lidia diz que a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária tem dialogado com a pasta de meio ambiente para viabilizar uma alteração do edital.

– Ao invés de uma ETE, que seja construída uma fossa que vai ficar responsável pela filtragem. É uma alternativa eficiente, tanto com relação ao tratamento do esgoto, custo e rapidez para a conclusão – relata Lídia.

Obras do PAC no Km 3, em Santa Maria, serão retomadas

Segundo ela, não há nenhum impedimento legal para a mudança no edital. A Cotrel, empresa responsável pelo trabalho, não contestou a proposta. Falta, agora, a secretaria de Meio Ambiente se posicionar, pois é a responsável pelas emissões das licenças ambientais. Uma resposta deve ser dada em até 15 dias.

Conforme a prefeitura, não se sabia que haveria tal dificuldade de fornecimento de equipamentos, caso contrário teria sido exigido da empresa que a obra começasse pela ETE, o que representaria um ganho de tempo. Toda a rede de água já foi instalada e quase a totalidade da de esgoto.

Manifestantes deixam o prédio da Avenida Rio Branco

Demanda antiga da comunidade, a obra só foi retomada, após quase dois anos paralisada, depois que, em julho do ano passado, moradores do bairro ocuparam um prédio abandonado na Avenida Rio Branco, Centro, como forma de protesto.

As obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e custam R$ 5,4 milhões. O projeto prevê pavimentação de ruas, meio-fio, drenagem pluvial, rede elétrica, de água e de esgoto. Cerca de 360 famílias residentes às margens do Rio Vacacaí-Mirim serão beneficiadas.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: assista ao primeiro trailer de "Homem-Aranha: De volta ao lar" https://t.co/RYVxAgCinI https://t.co/Fvyeyg81c5há 8 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMTerrasamba fará show em Santa Maria https://t.co/7ArpSoGDWi https://t.co/RHl5VwVkAbhá 28 minutosRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros