Grupo suspeito de fingir vender livros para ajudar instituições de caridade é investigado - Diário de Santa Maria

Santa Maria14/10/2016 | 08h22Atualizada em 14/10/2016 | 08h23

Grupo suspeito de fingir vender livros para ajudar instituições de caridade é investigado

Doze pessoas foram identificadas e 171 livros apreendidos

Grupo suspeito de fingir vender livros para ajudar instituições de caridade é investigado Polícia Civil/Divulgação
Foto: Polícia Civil / Divulgação

A 4ª Delegacia de Polícia (4ª DP) de Santa Maria investiga um grupo suspeito de fingir vender livros para ajudar instituições de caridade na cidade.

Idoso que teve 85% do corpo queimado consegue transferência para hospital especializado

De acordo com o delegado Antônio Firmino de Freitas Neto, titular da 4ª DP e responsável pela investigação, a quadrilha, como é tratada, já teria aplicado golpes em pelo menos três pessoas em Santa Maria e em outras nas cidades de Rosário do Sul, Cruz Alta, São Vicente do Sul, São Pedro do Sul, Jaguarão e Pelotas.

Um ano depois do temporal que causou  danos em Santa Maria, há obras que sequer começaram

Ele explica que a investigação começou já há algum tempo. Na tarde de quinta-feira, foi cumprido mandado de busca e apreensão em uma residência na Rua Júlio Uminski, bairro Camobi. No local, foi localizada uma pessoa. A equipe da Polícia Civil aguardou por um tempo até que chegou uma van com mais 11 pessoas. Firmino diz que todos eram de Aracajú, no estado do Sergipe.

– Nós acreditamos, neste momento, que esse grupo pode ter responsabilidade em golpes semelhantes em outros estados do Brasil. Todos foram levados para delegacia, junto de 171 livros apreendidos, e negaram o crime – explica.

Homem é morto com pelo menos cinco tiros em Caçapava do Sul

Conforme o delegado, os livros eram didáticos, relacionados a cursos universitários, como de Medicina e Odontologia. Ele diz que eram superfaturados (pacotes de livros que custariam R$ 180 eram vendidos por até R$ 450) e que os supostos estelionatários usavam o argumento de que o dinheiro arrecadado seria destinado para instituições de caridade, ou para a manutenção deles na cidade, já que tinham vindo de Sergipe, para sensibilizar a vítima.

Polícia Civil confirma seis denúncias por maus-tratos e abuso sexual à crianças em Santa Maria

Os 12 identificados, caso a Polícia Civil confirme que houve crime, responderão por estelionato.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSuspeito de integrar movimento neonazista é preso em Cruz Alta https://t.co/HlPiwvvtk9 https://t.co/EtWLEXWtgEhá 11 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMEstudantes começam a desocupar prédios da UFSM https://t.co/fHTMnU4nv0 https://t.co/uC8MlLQBGhhá 11 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros