Devido aos estragos da chuva, três escolas suspendem as aulas em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Chuvarada18/10/2016 | 16h15Atualizada em 18/10/2016 | 16h15

Devido aos estragos da chuva, três escolas suspendem as aulas em Santa Maria

Temporal provocou danos em 12 instituições na cidade

Devido aos estragos da chuva, três escolas suspendem as aulas em Santa Maria Maiara Bersch/Agencia RBS
Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

Em três dias, mais de 180 mm de chuva. Os estragos que se multiplicam por Santa Maria deixaram algumas escolas do município inviabilizadas de manterem as atividades. 

Pelo menos 150 casas foram alagadas em Santa Maria

Na tarde de segunda-feira, 12 instituições de ensino haviam sinalizados problemas na infraestrutura. Salas alagadas, arquivos molhados, computadores danificados e redes de energia comprometidas foram alguns dos problemas identificados. 

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Xavier da Rocha, no bairro Itararé, que teve cinco salas e corredores alagados com a chuva de segunda-feira, cancelou as aulas na terça. A expectativa dos professores é de que na quarta as aulas possam ser retomadas para o Ensino Fundamental. Por questões de espaço, o Ensino Especial deve ficar até sexta-feira sem atividades. 

Em três dias, choveu o que era esperado para um mês na cidade

Segundo funcionárias da instituição, um engenheiro deve ir ao local na tarde desta terça-feira para averiguar os estragos na infraestrutura dos prédios. 

Na Escola Municipal de Educação Infantil Casa da Criança, no bairro Passo D' Areia, duas saladas de aula foram interditadas na segunda. Nesta terça, a situação está ainda pior, pois cinco salas precisaram ser interditadas e há goteiras e água pelos corredores. 

Para quem pedir ajuda em caso de estragos   

Outra instituição que está parada é a Escola Municipal de Ensino Fundamental Major Tancredo Penna de Moraes, no distrito de Arroio do Só. A escola não apresenta problemas, mas os alagamentos impedem o acesso à instituição. 

Na EMEF Sergio Lopes, no bairro Renascença, o problema é mais grave. Há alagamento em partes do prédio, como banheiro, refeitório e salas de aula, devido ao avanço do Arroio Cadena. A previsão é que as aulas normalizem com a diminuição do fluxo da água.

Bombeiros buscam homem que sumiu. Suspeita é que ele caiu em arroio

Outras escolas que sinalizaram problemas:

* A EMEF Irmão Quintino – Problemas na cobertura de um dos prédios (aula normal).
* EMEF Professora Edy Maya Bertoia – Há duas salas com alagamento (aula normal).
* EMEI Montanha Russa – Problemas de infiltração e alagamento. Aula normal.
* EMEI Ida Fiori Druck –  Alagamento somente no pátio da escola. Aula normal.
* EMEF N. Srª da Conceição –  Alagamento em uma sala de Educação Infantil (aula normal).
* EMEF Oscar Grau –  Alagamento no pátio (aula normal).
* EMEF Pinheiro Machado – Alagamento em duas salas (aula normal).
* EMEF Rejane Garcia Gervini – Alagamento em uma sala (aula normal).

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Soldiers vence Snakes, conquista o título da Copa RS e garante a hegemonia gaúcha em 2016: https://t.co/T6YlRR6Y4s @smsold…há 6 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros