Acusado de matar Shelli não depõe e é reconhecido por testemunha - Diário de Santa Maria

Caso Shelli05/10/2016 | 21h05Atualizada em 05/10/2016 | 21h10

Acusado de matar Shelli não depõe e é reconhecido por testemunha

Ainda não há data prevista para nova audiência. Teste de DNA em roupa suja de sangue apontará se é da vítima ou não

Acusado de matar Shelli não depõe e é reconhecido por testemunha Jean Pimentel/Agencia RBS
Bruno ao lado do seu advogado, Wedner Lima Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A primeira audiência sobre o latrocínio que vitimou Shelli Uilla da Rosa Vidoto, 27 anos, realizada nesta quarta-feira não teve o desfecho esperado pelas partes, tanto para os advogados de defesa do acusado, como para o de acusação. A expectativa era que todas as testemunhas, de acusação e de defesa, fossem ouvidas, e que o acusado de ter praticado o crime, Bruno Laurindo Borges, 24 anos, falasse sobre o caso _ algo que se recusou a fazer, quando foi preso, em 15 de julho. Porém, sete testemunhas não compareceram, o que obrigou a realização de nova audiência.

Veja como foi toda a audiência do Caso Shelli

O juiz Leandro Augusto Sassi, titular da 4ª Vara Criminal, onde tramita o processo, deve marcar a segunda sessão nos próximos dias. Outro elemento fundamental para todo o processo ainda está pendente. Quando da prisão de Bruno _ no Beco do Laurindos, no bairro Menino Jesus _ também foram apreendidas as roupas que ele supostamente usava no dia do crime. As vestimentas foram submetidas ao teste de luminol, que reagiu e apontou que havia sangue humano nas roupas. Agora aguarda-se o resultado de uma exame de DNA, em que o sangue da roupa será comparado com o de familiares de Shelli para confirmar se o material genético encontrado nas roupas do suspeito é da vítima.

A audiência

O primeiro a falar na audiência foi o promotor Rodrigo de Oliveira Vieira. Ele acompanhou o depoimento da adolescente de 16 anos na 1ª Delegacia de Polícia, quando ela confessou que estava com Bruno no momento do crime _ ocorrido na noite de 8 de julho, na Rua Bento Gonçalves, no bairro Dores. Foi perguntado a ele sobre possíveis ameaças que a adolescente teria sofrido na delegacia. Vieira rechaçou essa hipótese.

Acusado de matar Shelli Vidoto será ouvido nesta quarta em audiência 

A segunda a prestar depoimento na audiência foi a adolescente, que mudou a versão apresentada na delegacia. Na fase de inquérito, a jovem confessou que estava com Bruno, e que, inclusive, tentou impedir que ele cometesse o crime. Na audiência, ela contou que estavam em outros lugares, e que nada teria a ver com o caso. Além disso, ela afirmou ter sido ameaçada na delegacia.

Juiz nega pedido de reconstituição sobre como foi o assalto e morte de Shelli

Uma mulher que passava pela Rua Bento Gonçalves praticamente no momento do crime foi a terceira a falar. Ela reconheceu Bruno. No depoimento, a testemunha disse ter visto quando três pessoas atravessaram a rua correndo em frente ao seu carro. A terceira era Shelli, que caiu logo depois. A testemunha se emocionou em diversos momentos lembrando do dia. Ao olhar por uma pequena janela em uma porta na sala ao lado, onde estava Bruno, não teve dúvidas.

Julgamento de acusado de matar jovem durante assalto é transferido para outubro

– É ele, é ele. É um rosto bonito. De relance, naquele dia, deu para ver que era um rosto bonito. Foi o primeiro que correu. Tenho quase 100% de certeza – disse a mulher.

Para polícia, Shelli não tomou as facadas porque reagiu

As outras testemunhas, quatro policiais, falaram sobre a investigação e os elementos que levaram até Bruno como suspeito do crime. A irmã do acusado e uma amiga da adolescente também depuseram. O promotor André Rigo, que atuou na acusação, achou os depoimentos confusos, e fez diversas perguntas. Outras quatro pessoas ouvidas pouco acrescentaram.

Latrocínio de Shelli Vidoto é desvendado pela polícia em Santa Maria

Familiares de Shelli levaram cartazes pedindo justiça e expuseram na frente do Fórum. Amigos e parentes de Bruno também se manifestaram no local.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 6 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros