VÍDEO: dança inspirada em duelo, a chula é uma modalidade artística tradicional do RS - Diário de Santa Maria

Semana Farroupilha14/09/2016 | 08h15Atualizada em 14/09/2016 | 09h45

VÍDEO: dança inspirada em duelo, a chula é uma modalidade artística tradicional do RS

William Cantareli, vencedor de mais de 80 troféus em festivais e rodeios nos últimos seis anos, mostra um pouco desta arte

VÍDEO: dança inspirada em duelo, a chula é uma modalidade artística tradicional do RS Maiara Bersch/Agencia RBS
Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS
Alessandra Noal
Alessandra Noal

Especial

Dizem que, no passado, a chula era dançada nos bailes, geralmente na presença de uma prenda cujo coração era disputado por dois galanteadores. E era na dança, ao redor da lança, que se decidia o desafio pessoal. O chuleador mais aplaudido e afamado levava o coração da moça.

Monet Plaza Shopping e APUSM tem programação alusiva aos festejos Farroupilha

O tempo passou, esse tipo de desafio ficou demodê, mas a chula jamais perdeu sua elegância. Até hoje, é uma das modalidades artísticas mais concorridas dos rodeios tradicionalistas, colocando à prova a rapidez no sapateado, a coordenação, o equilíbrio, a criatividade e o ritmo dos concorrentes.

72 opções para bailar e para comer na semana gaúcha

E isso o estudante de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) William Cantareli Arrivabene, 19 anos, tem de sobra. Um dos 35 finalistas do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart) – que será realizado em novembro em Santa Cruz do Sul –, ele já soma mais de 80 troféus. Entre os prêmios, o bicampeonato da Campereada Internacional de Alegrete, em 2016, tricampeonato do Festival Gaúcho Estadual Estudantil (Fegaes), em 2015, e o bicampeonato do Rodeio Artístico de Rosário do Sul, em 2014.Nascido em Campinas (SP), o jovem, que se considera gaúcho, descobriu a paixão pela chula aos 13 anos e não largou mais.– Meu avô me levou ao CTG Sentinela da Querência para me mostrar as danças tradicionais e cultura típica, e, por ali, me familiarizei. A chula me chamou a atenção desde o primeiro momento. 

Comecei com o básico e, com o passar do tempo, fui me aprimorando em cada movimento, em cada sapateio – conta.O estudante diz que o segredo para ser merecedor de prêmios são ensaios e a preparação intensa. Tanto que, aos 13 anos, com apenas seis meses de prática, ganhou um rodeio em São Martinho da Serra.– Tem de ter disciplina e amor à chula. Às vezes, quando não conseguimos algum movimento, não dá para desistir, tem que tentar de novo – ensina.Pelo menos 10 dos passos que William executa são criações próprias, com aproximadamente 40 segundos de duração.

Em 10 lojas de Santa Maria, saiba quanto custa se vestir como tradicionalista

– Assisto vídeos na Internet para me inspirar. É uma dança que exige muito da capacitação interior e exterior, isso é, o corpo tem que estar em harmonia fisicamente e psicologicamente – conta o rapaz.

VÍDEO: declamadores dão dicas para quem quer se aventurar nessa arte

Entenda o desafio

A chula é um desafio de passos entre duas pessoas da mesma faixa etária. Para que o desafio comece, coloca-se uma lança (vara de madeira de dois a três metros) no chão. Ao som da gaita e/ou violão, inicia-se a sequência de movimentos. O objetivo é realizar o sapateado de uma ponta até a outra da lança, sem tocá-la, em um determinado tempo musical. A cada passo, os jurados atribuem notas. A partir da soma deles, faz-se a média. Ganha quem tiver mais pontos.Os maiores concursos para chuleadores são o Enart e o Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria. Em geral, nos festivais, os vencedores são premiados com troféus e prêmios em dinheiro.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 9 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 9 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros