Superlotação do PS do Husm se agrava, e reunião é convocada - Diário de Santa Maria

Saúde14/09/2016 | 11h33Atualizada em 16/09/2016 | 13h38

Superlotação do PS do Husm se agrava, e reunião é convocada

Ideia é discutir formas de atender a demanda

Superlotação do PS do Husm se agrava, e reunião é convocada Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

O Pronto-Socorro (PS) do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) enfrenta uma superlotação ainda maior do que o costume, pelo menos, desde o início do ano. Mas a situação se agravou ainda mais nos últimos dias. Por essa razão, foi convocada uma reunião de diretores da instituição para tratar do assunto. A ideia é discutir formas de atender a demanda.

O limite do PS são 24 leitos de urgência e emergência e 19 macas de observação, totalizando 43. No entanto, desde o início do ano entre 45 e 50 pacientes ocupam as vagas. Atualmente, esse número superou os 50. Com isso, os pacientes excedentes são tratados em macas postas nos corredores.

Husm enfrenta falta de transporte para transferir pacientes a hospitais da região

Exemplo da dificuldade do hospital é o caso de Juliano Silveira Rossi, 20 anos, que se envolveu em um acidente de trânsito na BR-158 na última segunda-feira. A namorada dele, Samara Gesiane Arruada da Silva, 20, morreu e ele permaneceu internado no PS, entubado, até que fosse viabilizada uma vaga na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). A situação se estendeu por quase dois dias.

Recentemente, o Husm começou a transferir pacientes para hospitais da região, que estão cadastrados para ofertar vagas de retaguarda. Eram 40 vagas, mas o número caiu para 30 depois que uma das instituições, de Restinga Seca, deixou de recebê-los devido a um desacerto com o Governo do Estado, responsável por viabilizar a medida. Agora, há tratativas com o hospital de Júlio de Castilhos.

Hospital da região deixa de receber pacientes transferidos do Husm

O Husm também começou a fazer triagens para tentar desafogar o PS. Isso porque o hospital atende a 45 municípios e acontece de, muitas vezes, as prefeituras transportarem pacientes ao Husm cujos problemas poderiam ser resolvidos na própria cidade de origem.

Apesar dos esforços, as medidas não melhoraram a situação e têm desgastado os servidores do hospital. A reunião está prevista para a tarde.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 7 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros