Reabertura do Restaurante Popular é prorrogada devido à greve dos bancários - Diário de Santa Maria

Santa Maria29/09/2016 | 13h52Atualizada em 29/09/2016 | 13h52

Reabertura do Restaurante Popular é prorrogada devido à greve dos bancários

Local que está fechado desde março deve reabrir em meados de outubro

Reabertura do Restaurante Popular é prorrogada devido à greve dos bancários Jean Pimentel/Agencia RBS
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A Secretaria de Assistência Social prorrogou o prazo de reabertura do Restaurante Popular de Santa Maria. O motivo é a greve dos bancários, que afeta o trabalho da Caixa Econômica Federal, banco responsável pela fiscalização da obra e pelo financiamento.

Preços das refeições no Restaurante Popular aumentam em até R$ 0,75

De acordo com a secretária de assistência social, Margarida Mayer, a obra deveria ser entregue até o fim deste mês, no entanto, os trâmites burocráticos – mais lentos do que o normal por conta da grave – fizeram com que a nova data fosse estendida até meados de outubro.

– Conforme a obra vai andando, temos de prestar contas. São enviados documentos ao banco. Ele avalia e, sinalizando de forma positiva, podemos dar o próximo passo. A greve tornou o processo mais lento. Por isso o novo prazo – explica a secretária.

De portas fechadas, Restaurante Popular de Santa Maria está em obras e em prazo de licitação

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Caixa, e não obteve retorno até às 13h30min.

O restaurante está fechado desde o início de março. São investidos R$ 243,6 mil na obra de modernização, que prevê troca do piso e a alteração do layout (logística interna). O objetivo é reduzir o tempo de espera para os almoços. Antes, se aguardava 30 minutos. Após a obra, o tempo deve reduzir de 15 até 20 minutos. Com isso, o número de refeições servidas deve aumentar de 400 para até mil por dia.

Começam obras do Restaurante Popular de Santa Maria

No dia 21, foi lançado o edital para serviços de reforma elétrica do restaurante, no valor de R$ 39,5 mil. A empresa vencedora terá 90 dias para concluir os serviços a partir da assinatura do contrato. Apesar disso, o trabalho não é impedimento para a reabertura do espaço.

O preço das refeições já foi reajustado. O valor do prato de comida subiu de R$ 1,25 para R$ 2. Já o marmitex aumentou de R$ 2,50 para R$ 3. O Instituto Nacional de Desenvolvimento Institucional e Ação Social, de Santa Maria, foi definido como novo gestor.

Histórico de adiamentos
A reforma começou em 18 de abril. A previsão de entrega era, inicialmente, junho. Depois, devido a um equívoco no planejamento do edital da licitação que definiu a Construtora São Sepé Ltda como vencedora, foi necessário fazer um aditivo no contrato no valor de R$ 30 mil, pois houve falta de material. Devido ao ajuste, o término das obras foi adiado para agosto.

Restaurante Popular deixa de atender 400 pessoas por dia

Depois, foi divulgada nova previsão, indicando o fim de setembro. Agora, é meados de outubro.

O Restaurante Popular Dom Ivo Lorscheiter fica na Rua Doutor Pantaleão, 365, atrás do Centro Administrativo da prefeitura. Ele vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h30min às 13h30min. O cardápio consiste em arroz, feijão, um complemento, uma proteína e saladas.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: assista ao primeiro trailer de "Homem-Aranha: De volta ao lar" https://t.co/RYVxAgCinI https://t.co/Fvyeyg81c5há 5 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMTerrasamba fará show em Santa Maria https://t.co/7ArpSoGDWi https://t.co/RHl5VwVkAbhá 25 minutosRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros