Polícia faz reconstituição de desaparecimento de mulher em Dilermando de Aguiar - Diário de Santa Maria

Investigação26/09/2016 | 17h12Atualizada em 27/09/2016 | 12h01

Polícia faz reconstituição de desaparecimento de mulher em Dilermando de Aguiar

Ato conta com a participação do marido de Ana Lúcia Drusião, que já foi preso por suspeita de participação no sumiço da mulher

Polícia faz reconstituição de desaparecimento de mulher em Dilermando de Aguiar Naiôn Curcino/Agência RBS
Foto: Naiôn Curcino / Agência RBS

A Delegacia Especializada em Homicídios e Desaparecidos (DHD) realiza, desde às 9h desta terça-feira, na localidade de Três Coqueiros, em Dilermando de Aguiar, uma espécie de reconstituição de como aconteceu o desaparecimento de Ana Lúcia Drusião, 35 anos, no dia 31 de maio. A atividade conta com a participação de Antonio Adelar Rigão Stello, marido da diarista, que chegou a ser preso por suspeita de envolvimento no sumiço da mulher. Foi ele quem encontrou o carro dela abandonado na estrada naquele dia.

Marido preso por suspeita de envolvimento no desaparecimento da mulher é solto

O delegado Laurence de Moraes Teixeira, que responde interinamente pela DHD, não atendeu às ligações do Diário. Para Pedro Corrêa, advogado que foi contratado pela família da desaparecida há uma mês, os familiares não têm mais esperança de encontrar Ana Lúcia com vida. Além disso, eles têm convicção de que Stello é o responsável pelo desaparecimento, já que ele não aceitava a separação. O casal passava por processo de divórcio.

"A família foi pega de surpresa", diz filha de preso por envolvimento no desaparecimento da mulher

– Pelo período do desaparecimento, a família está convicta de que ela não está mais viva. Porque ela nunca agiu assim e porque ela tinha um amor muito grande pelas filhas e pela mãe e jamais desapareceria desse jeito. Para a família, não é surpresa nenhuma que o Adelar seja o suspeito principal. Eles já estavam em um processo de separação, que ele não aceitava. A família confia na investigação da polícia e vai buscar justiça. Essa reconstituição vai ser muito importante para esclarecer como tudo aconteceu – afirma o advogado.

Carro de mulher desaparecida é encontrado a 30 km de Santa Maria

– O Adelar concordou em fazer a reconstituição, mas como não há crime, não podemos falar em reconstituição tecnicamente. Vamos lá na propriedade, junto com a polícia, para ele mostrar como tudo aconteceu naquele dia em que ela foi dada como desaparecida. Informalmente, pode-se falar em reconstituição, mas discordamos de evidências que apontem algum crime. O meu cliente disse que não tem nada a ver com o desaparecimento da própria mulher. Ele não teria nenhum motivo para isso – contrapõe Pires.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: A bordo de Fusca tricolor, gremistas de Santa Maria vão à final da Copa do Brasil: https://t.co/1t5ntOhvEp @diariosm https…há 9 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAdolescente é responsabilizada por participação em latrocínio de jovem em Santa Maria https://t.co/vdeCBqq4bX https://t.co/gsBNqEQ6VQhá 12 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros