Obra de duplicação das BRs da travessia urbana de Santa Maria corre risco de parar já este ano - Diário de Santa Maria

Impasse15/09/2016 | 07h31Atualizada em 15/09/2016 | 07h30

Obra de duplicação das BRs da travessia urbana de Santa Maria corre risco de parar já este ano

Só há verbas para a obra seguir até outubro. Dnit e ministério não sabem se conseguirão realocar mais recursos para a duplicação

Obra de duplicação das BRs da travessia urbana de Santa Maria corre risco de parar já este ano Maiara Bersch/Agencia RBS
Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

Antes, o temor era com as verbas para 2017, mas agora já é com o dinheiro para este ano. O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, afirmou na terça, e nesta quarta, o Dnit confirmou que só restam R$ 7 milhões para a obra de duplicação da travessia urbana de Santa Maria. Ambos dizem que, com isso, só dá para seguir com a obra até outubro, e que há sério risco de a duplicação parar em novembro. A afirmação de Quintella foi feita em reunião com deputados e senadores gaúchos em Brasília.

Lula é o "comandante máximo" de esquema criminoso, diz procurador

O ministério e o Dnit planejavam remanejar verbas para a duplicação de Santa Maria seguir normalmente este ano, mas segundo o senador Lasier Martins (PDT) e o deputado Jerônimo Goergen (PP), o ministro anunciou haver pouquíssimas verbas e acha difícil conseguir mais recursos para a obra de Santa Maria até dezembro – seriam necessários mais R$ 13 milhões para este ano. 

– Para a travessia de Santa Maria, há verba só até outubro. Vamos tentar mais dinheiro para evitar que ela pare em novembro e dezembro – diz Goergen.

Na reunião, a bancada gaúcha cobrou do ministro mais verbas para as obras de rodovias do Estado em 2017, pois o projeto do Orçamento só prevê R$ 39,8 milhões para Santa Maria, o que faria a obra seguir em ritmo de tartaruga ou parar no ano que vem – seria preciso R$ 80 milhões para manter um bom ritmo de obra. 

Oficial de Justiça encontra 25 cães mortos ao cumprir ordem de desocupação

Por isso, a bancada gaúcha marcará reunião para pressionar o Ministério do Planejamento em outubro, na tentativa de liberar mais verbas para este ano e para 2017. Goergen defende a inclusão da obra da segunda ponte do Guaíba em um projeto de concessão à iniciativa privada, pois, assim, seria possível liberar os R$ 255 milhões destinados à ponte para as demais duplicações de BRs no Estado.

O deputado federal Paulo Pimenta (PT) não concorda com a versão de que falta dinheiro:

– Essa é a estratégia do novo governo de criar um clima de terror, esse discurso de terra arrasada e de que não tem recursos para justificar políticas amargas. Há dinheiro disponível e temos como incluir mais verbas como emendas de bancada. Qualquer tentativa de paralisar a obra não será aceita. Vamos fazer uma mobilização regional .

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMHusm e Hospital de Caridade são condenados por negligência https://t.co/8jThoUgtXX https://t.co/yIPd653L91há 9 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSete dos oito prefeituráveis assinam compromisso junto à Comissão de Combate à Corrupção https://t.co/yhlFe2ad2R https://t.co/MaefbrF1Cbhá 9 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros