Husm faz triagem de pacientes para amenizar superlotação do Pronto-Socorro - Diário de Santa Maria

Saúde09/09/2016 | 14h23Atualizada em 09/09/2016 | 14h36

Husm faz triagem de pacientes para amenizar superlotação do Pronto-Socorro

Equipe foi criada para avaliar se pacientes podem ser atendidos em outros hospitais

Husm faz triagem de pacientes para amenizar superlotação do Pronto-Socorro Jean Pimentel/Agencia RBS
Ampliação do PS també Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

O Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) criou um Núcleo de Gerenciamento de Demanda Referenciada, equipe que está responsável por fazer uma triagem de pacientes para amenizar a superlotação do Pronto-Socorro (PS).

Licitação deve retomar obra do Husm parada desde 2015

Conforme a direção do Husm, a medida visa, principalmente, evitar que pacientes que poderiam receber atendimento em outros lugares busquem o hospital. Essa questão se tornou evidente por conta da relação do Husm com municípios da região.

Hospital da região deixa de receber pacientes transferidos do Husm

O hospital atende a 45 municípios e acontece de, muitas vezes, as prefeituras transportarem pacientes cujo problema poderia ser resolvido na própria cidade de origem.

Husm enfrenta falta de transporte para transferir pacientes a hospitais da região

O novo núcleo conversa com as secretarias municipais de Saúde para confirmar se o paciente precisa, necessariamente, ser atendido no Husm. Caso sim, esse transporte é feito normalmente. Caso não, o atendimento é viabilizado no próprio município. Assim, o PS ganha fôlego.

Para reduzir superlotação, Husm passa a enviar pacientes a outras cidades da região

A medida é mais uma alternativa, além das restrições que já foram postas em prática e dos leitos de retaguarda, para desafogar o Husm. No PS, o limite são 24 leitos de urgência e emergência e 19 macas de observação. Entretanto, esse número, hoje, varia de 45 até 50.

Mais dois hospitais da região passam a ofertar leitos de retaguarda para o Husm

O Husm atende diversas especialidades, entre elas hemato-oncologia, cardiologia, ortopedia e nefrologia, em cirurgias de todas as complexidades. São 390 leitos no total, 17 mil consultas por mês, em um sistema 100% Sistema Único de Saúde (SUS), com 2 mil servidores. É o único hospital da Região Central do Estado que conta com um PS de alta complexidade.

om:cms -->
 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 11 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 11 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros