Fadisma fará pesquisa em parceria com a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro - Diário de Santa Maria

Segurança21/09/2016 | 08h26Atualizada em 21/09/2016 | 09h03

Fadisma fará pesquisa em parceria com a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro

Trabalho vai apurar como municípios fluminenses trabalham na prevenção da violência

Fadisma fará pesquisa em parceria com a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro Jean Pimentel/Agencia RBS
Na foto, Eduardo Pazinato e o secretário de Segurança do Rio, o santa-mariense José Mariano Beltrame, em abril deste ano, quando foi firmado o termo de cooperação técnica durante evento na Fadisma Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Depois de mais de um ano de negociação entre o Núcleo de Segurança Cidadã (Nusec) da Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma) e a Secretaria de Estado da Segurança do Rio de Janeiro (Sesseg), foi lançado, na última segunda-feira, dia 19, um projeto que será realizado pela faculdade santa-mariense por meio de uma pesquisa nos 92 municípios fluminenses. O objetivo é compreender e catalogar as iniciativas e políticas públicas para prevenção da violência promovidas pelas cidades do Estado do Rio de Janeiro. Os gestores municipais terão 60 dias para responder a um questionário, que, depois, será analisado e transformado em livro.

Oito em cada 10 vítimas de homicídio em Santa Maria tinham antecedentes policiais

– Aplicamos essa pesquisa em 2012 aqui no Rio Grande do Sul, e isso chegou ao conhecimento da Secretaria de Segurança do RJ, que nos procurou para que replicássemos isso lá. O objetivo é qualificar a tomada de decisões e a formulação de políticas públicas de segurança, principalmente com esse viés da prevenção da violência – explica o coordenador do Nusec, Eduardo Pazinato.

Mais da metade dos presos pela Brigada Militar até agosto já estão soltos

No questionários, serão abordadas questões como quais as políticas públicas municipais desenvolvidas, quais os públicos e territórios vulneráveis são atendidos pelas cidades e como é a atuação das Guardas Municipais. Conforme Pazinato, após a publicação dos resultados, eles também serão disponibilizados à Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul e também à prefeitura de Santa Maria.

Especialistas e autoridades dizem que reforma penal é necessária

– O Rio ainda é um laboratório de políticas públicas dessa área. Apesar de ainda ser um dos Estados que têm os homicídios como um grande problema, nos últimos cinco anos foi um dos que teve o maior índice de redução desse crime. Os homicídios foram colocados como tema central, e as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) buscaram reduzir isso. E a nossa pesquisa vem ajudar nesse sentido, já que a participação dos municípios é fundamental para potencializar a prevenção da violência. Estamos à disposição do município e da secretaria estadual para ajudar – salienta Pazinato.

Juízes dizem que cumprem a lei e que prisão é exceção

O projeto, chamado de 1º Censo sobre Ações Municipais de Prevenção às Violências do Rio de Janeiro, tem o apoio do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCorintians recebe o Guarani-VA pela 3ª rodada do Estadual de Basquete https://t.co/oAQrQsChzk https://t.co/fxsAbDnY5yhá 4 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPrêmio Empreendedor é uma oportunidade das instituições mostrarem suas pesquisas https://t.co/xYX6QSQkWN https://t.co/kPZuZuNRm9há 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros