Dono de boate ilegal é preso por venda de bebida alcoólica para adolescentes em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Investigação19/09/2016 | 15h47Atualizada em 19/09/2016 | 17h03

Dono de boate ilegal é preso por venda de bebida alcoólica para adolescentes em Santa Maria

Suspeito pagou fiança para sair, e nega o crime

A Polícia Civil prendeu um homem de 36 anos por venda de bebida alcoólica para adolescentes durante um baile funk em Santa Maria. De acordo com a investigação, ele é proprietário de uma boate ilegal no bairro Tomazetti.

De acordo com a delegada Luiza Sousa, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a Brigada Militar (BM) fez uma batida no local, que fica na Rua Alfredo Saccol, no bairro Tomazetti, por volta da 1h do último sábado.

Dono de casa suspeita de ser boate ilegal é preso por estelionato em Santa Maria

O espaço era uma garagem encoberta por uma lona. Dentro havia cerca de 50 pessoas, sendo que 22 delas eram adolescentes. Os policiais militares encontraram tijolos e cigarros de maconha, que teriam sido descartados durante a batida.

VÍDEO: polícia investiga venda de bebida e droga para adolescentes em boate ilegal de Santa Maria

Os adolescentes foram levados até a delegacia de polícia junto do homem. Eles foram enquadrados como testemunhas e disseram que não consumiram drogas ou bebidas, além de dizer que não viram nenhuma pessoa fazendo o consumo. No entanto, adolescentes foram flagrados fazendo o consumo no local. Alguns deles estavam embriagados.

BM troca tiros com dupla em baile funk na Região Norte de Santa Maria

Conforme o advogado Jorge Fernando Miorin Tanuri, que representa o proprietário, Luciano Martins, seu cliente confessou que havia venda de bebida alcoólica no local, mas que ela não era comercializada.

– O que pode ter acontecido é de os maiores de idade terem feito a compra para os menores de idade. Mas não houve venda deliberada para adolescentes – explica o advogado.

Boates ilegais suspeitas de vender bebida e droga para adolescentes são notificadas 

Martins foi levado para a Penitenciária Estadual de Santa Maria e foi liberado após pagar R$ 1,5 mil de fiança. Ele será indiciado pela venda de bebidas alcoólicas para adolescentes, que tem pena prevista de 2 a 4 anos. O local onde acontecia a festa foi isolado. A Polícia Civil acredita que no local aconteciam, de forma frequente, festas no mesmo estilo da do último sábado.

No dia 4 deste mês, foi preso o dono de uma casa suspeita de ser boate ilegal, na Rua José Aita, bairro Nossa Senhora das Dores. Uma terceira casa, na Rua Luiz Castagna, no bairro João Goulart, é investiga por ser suspeita de venda de drogas e bebidas alcoólicas para adolescentes.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 14 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 15 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros