Corsan retoma obras de esgoto no bairro Camobi em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Saneamento30/08/2016 | 14h09Atualizada em 30/08/2016 | 14h09

Corsan retoma obras de esgoto no bairro Camobi em Santa Maria

Paralisação aconteceu devido às reclamações de poeira e barro feitas por moradores da Vila Assunção

Corsan retoma obras de esgoto no bairro Camobi em Santa Maria Jean Pimentel/Agencia RBS
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) retomou, nesta segunda-feira, as obras de esgotamento sanitário que estavam paralisadas há uma semana no bairro Camobi, região leste de Santa Maria.

Na terça-feira da semana passada, a prefeitura notificou a companhia depois de reclamações de moradores da Vila Assunção devido à falta de pavimentação das ruas. Como há constante movimento de veículos e maquinário, os moradores enfrentavam poeira e barro diariamente.

Corsan paralisa obras de esgoto no bairro Camobi em Santa Maria

A Corsan, então, montou uma força-tarefa com 100 homens para fazer a recuperação das vias, exigência do Executivo para que houvesse a liberação da obra. As ruas foram fiscalizadas nas últimas quarta e quinta-feira. A permissão para retomada das obras saiu na quinta, com reinício dos trabalho previsto para sexta-feira.

– Esta semana, por conta da chuva, a gente começou o trabalho fiscalizando para ver se não há problema com barro, que era uma das reclamações dos moradores – diz o superintendente da Corsan, José Roberto Ceolin Epstein.

Prestação dos serviços em discussão
Com a prefeitura e a Corsan em discussão quanto ao destino da prestação do serviço de abastecimento de água e do tratamento do esgoto na cidade, há indefinição de como ficarão as obras já em andamento, já que todas elas têm contrapartida da companhia.

Por essa razão, haverá uma reunião entre o Executivo e a Corsan, na tarde desta quarta-feira, para discutir a questão. Caso se opte por não manter a companhia como responsável pela prestação dos serviços, é "inevitável que haja desistência de realização de obras previstas para o ano que vem e paralisação dos trabalhos em andamento", relata o superintendente Epstein.

Há um montante de R$ 80 milhões de obras em execução, entre elas a do esgoto em Camobi, segundo Epstein.

Moradores da Vila Assunção sofrem com transtornos da obra de esgoto

Conforme Luiz Fernando Pacheco, futuro secretário que vai tratar da questão, será discutido um novo modelo de gestão, já que o atual, para ele, é insatisfatório.

– A Corsan arrecada R$ 120 milhões por ano e a gente não sabe para onde vai esse dinheiro. Essas obras de agora estavam previstas no contrato de 20 anos, que termina agora, em setembro. Eu julgo que a Corsan presta um bom serviço, mas o modelo de gestão tem que mudar – relata Pacheco.

A obra
Licitada novamente em abril de 2015, depois de o contrato com a empresa Sul Cava ter sido rescindido devido a atrasos, a obra foi retomada em outubro, tendo a mesmo Sul Cava como vencedora. Entre 2014 (quando a obra começou) e 2015 (quando a obra foi retomada) houve nove meses de paralisação.

O maior bairro de Santa Maria quer conclusão da rede de esgoto

A obra prevê 77 quilômetros de esgoto e deve ficar pronta dentro de 20 meses. A Sul Cava vai receber R$ 17.897.684,65 pela empreitada. O investimento da Corsan, no entanto, gira em torno de R$ 22 milhões.

Até 56 mil pessoas serão beneficiadas: 26 mil moradores do bairro Camobi e 30 mil pessoas que frequentam, diariamente, a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMUnifra promove Mostra das Profissões nesta quarta e quinta-feira https://t.co/tfUxqX6f78 https://t.co/fV7JQqXMEchá 42 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMFOTOS: fim de semana de gastronomia, música e diversidade em Santa Maria https://t.co/iYlSZmsVBE https://t.co/x5Xg8T70i0há 1 horaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros