Pedro Pavan: "Pôquer não é jogo de azar" - Esportes - Diário de Santa Maria

Opinião04/03/2017 | 13h00Atualizada em 04/03/2017 | 13h00

Pedro Pavan: "Pôquer não é jogo de azar"

Pedro Pavan: "Pôquer não é jogo de azar" Jean Pimentel/Agencia RBS
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Desinformação e preconceito fazem com que o pôquer ainda seja visto como um jogo de azar. No entanto, classificá-lo dessa forma é um grande erro. O artigo 50 do Decreto de Lei 3.688/41 diz que um jogo de azar é aquele "em que o ganho e a perda dependem exclusiva ou principalmente da sorte". 

Leia mais sobre pôquer

Há estudos internacionais que revelam ser possível vencer mais de 60% das partidas de pôquer sem mostrar as cartas, o que reflete a importância da habilidade e da estratégia do jogador. Além disso, a modalidade de texas hold'em — a mais praticada no mundo — faz parte da Associação Internacional de Esportes da Mente, assim como o xadrez. 

Inaugurado o novo palácio do pôquer em Santa Maria

E mais: a Confederação Brasileira de Texas Hold'em está cadastrada junto ao Ministério do Esporte. E para acabar totalmente com qualquer desconfiança, uma nova regulamentação, que está em fase final de discussão na Câmara Federal, deve separar de vez os "jogos de azar" e os "jogos de habilidade". Portanto, argumentos não faltam para chamar o pôquer de esporte. O que sobra, por vezes, é preconceito.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVocê sabe como cuidar do seu pet no inverno? Veja dicas de especialistas https://t.co/EdZSfFk15C https://t.co/MI0SwAKIzRhá 3 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMO que você vai almoçar neste domingo? Confira 6 opções de almoços em Santa Maria https://t.co/h765StDBXa https://t.co/gYmj2d6Kkxhá 4 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros