Formado na UFSM, preparador físico do Grêmio é convocado para a seleção brasileira - Esportes - Diário de Santa Maria

Chegou ao topo08/03/2017 | 16h40Atualizada em 08/03/2017 | 16h40

Formado na UFSM, preparador físico do Grêmio é convocado para a seleção brasileira

Natural de Caçapava do Sul, Rogério Dias vai integrar a comissão técnica de Tite em jogos das Eliminatórias da Copa da Rússia

Formado na UFSM, preparador físico do Grêmio é convocado para a seleção brasileira Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação
Rogerinho (E), como é conhecido, é preparador físico do Grêmio Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Para muitos profissionais do meio do futebol, o auge é chegar à seleção brasileira. E esse momento chegou para um representante da região que vem fazendo sucesso, mas fora das quatro linhas. O preparador físico do Grêmio, Rogério Dias, natural de Caçapava do Sul e formado em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), foi convocado pelo técnico Tite, nesta terça-feira, para integrar a preparação física da Seleção.

Conheça o caçapavano que foi peça-chave na conquista do penta tricolor

Ele atuará ao lado de Fábio Mahseredjian, que já passou por Grêmio e Inter, nos jogos contra o Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias para a Copa da Rússia, nos dias 23 e 28 de março. Rogerinho, como é conhecido, está com o elenco tricolor na Venezuela, para a estreia gremista na Libertadores, nesta quinta-feira, contra o Zamora. Por conta disso, ele não pôde falar com a reportagem do Diário. Ao site do Grêmio, ainda na terça, o profissional comentou a oportunidade:

Conheça Rogerinho: o preparador físico do Grêmio, formado na UFSM

– Para mim foi uma alegria muito grande quando recebi o contato da CBF. Fiquei muito feliz, até emocionado, com o convite para participar de uma campanha para que a seleção brasileira chegue à Copa do Mundo. Só de ser lembrado pela comissão técnica pelo Fábio Mahseredjian, que é um dos preparadores que eu me espelho e tenho como referência, me deixa muito honrado. Com certeza vou aproveitar ao máximo a oportunidade. E ajudá-lo nas tarefas que me forem passadas durante este período – comemorou o caçapavano.

A carreira

A história de Rogerinho no Grêmio começou há quase 20 anos, em 1999. Ele estava no último ano do curso de Educação Física na UFSM, quando foi convidado por um professor, que coordenava as categorias de base gremistas, para estagiar como preparador físico. Em agosto daquele mesmo ano, ele concluiu o estágio. Com o indicativo de que seria efetivado, ficou morando na casa de um tio, e continuou atuando na preparação física dos garotos de forma voluntária.

Foi então que, em fevereiro de 2000, recebeu a ligação que mudaria a sua vida. Do outro lado da linha, um diretor do clube dava a noticia de que ele seria contratado. Desde então, o caçapavano passou por praticamente todas as categorias do clube – sub-14, sub-15, infantil e juvenil –, atuou na coordenação da preparação física das categorias de base e foi auxiliar de preparação física no profissional. Em 20 de maio de 2015, após a demissão do técnico Felipão, ele assumiu como coordenador da preparação física do grupo principal. No ano passado, foi muito elogiado pelo fôlego do time, que foi bem no Brasileirão e terminou com o título da Copa do Brasil.

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMHá 12 anos, rádio comunitária aproxima moradores em Santa Maria https://t.co/d2iU0Pl3aB https://t.co/pE18YucVD1há 3 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAções públicas e consciência coletiva são necessárias para ter o Cemitério Ecumênico limpo e arrumado… https://t.co/6J8pUjau1Hhá 3 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros