Bombeiros apontam correções e Inter-SM terá de correr contra o tempo para liberar a Baixada - Esportes - Diário de Santa Maria

Mais uma vez...01/03/2017 | 19h06Atualizada em 01/03/2017 | 19h17

Bombeiros apontam correções e Inter-SM terá de correr contra o tempo para liberar a Baixada

Em vistoria na tarde desta quarta-feira, a 11 dias da estreia alvirrubra em casa na Divisão de Acesso, foi constatada a necessidade de adequações no estádio 

Bombeiros apontam correções e Inter-SM terá de correr contra o tempo para liberar a Baixada Fernanda Ramos/NewCo dsm
Bombeiros solicitaram algumas correções na casa do Inter-SM  Foto: Fernanda Ramos / NewCo dsm

A vistoria dos bombeiros e da Brigada Militar, realizada na tarde desta quarta-feira no Estádio Presidente Vargas, não terminou da forma como o Inter-SM esperava. É que, apesar dos esforços do clube, que trabalha nas adequações há quatro meses, foram apontados ajustes para a liberação da casa alvirrubra. Mesmo que as reformas necessárias não exijam grandes obras, o problema é que a primeira partida do time de Santa Maria na Baixada pela Divisão de Acesso está marcada para daqui a 11 dias.

Arquibancadas da Baixada já recebem novas cores

— Vamos tomar as medidas a partir de amanhã (quinta). Estamos correndo contra o tempo. Se não der para liberar todo o estádio, vamos tentar liberá-lo parcialmente — explica o vice de patrimônio do Inter-SM, Adelar Tambara.

A modificação na altura e no espaçamento de barras em, praticamente, todos os guarda-corpos da Baixada é um dos entraves para a liberação do alvará do PPCI dos bombeiros, além de ajustes nos portões de saída e nos corrimãos.

No último amistoso antes da estreia, Inter-SM sofre goleada

— Tão logo consigam fazer essas adequações, que são mínimas, faremos uma nova vistoria — explica o capitão Elisandro Machado, que representou a Seção de Prevenção de Incêndio dos bombeiros durante a vistoria junto a outros três profissionais da corporação.

De acordo com a Brigada Militar, responsável por expedir o Alvará de Segurança para Evento Futebol, a maior parte das reformas solicitadas já foi feita em outras oportunidades. Um dos itens que precisarão ser revistos é uma melhor separação da torcida visitante e o fortalecimento e o aumento da tela que divide a arquibancada e o gramado.

Leia mais sobre Inter-SM

— Há alguns apontamentos a serem melhorados, mas estamos em um bom caminho. É de interesse da Brigada Militar e do Inter-SM que tudo esteja pronto até o início da próxima semana — comenta o capitão Sandro Martins, que esteve acompanhado pelo capitão Thiago Valente Giacomelli na avaliação desta tarde.

O clube precisa enviar quatro laudos à Federação Gaúcha de Futebol (FGF) para garantir a liberação do estádio para as partidas na Divisão de Acesso. Além dos alvarás dos bombeiros e da Brigada Militar, o Inter-SM ainda terá de conseguir o laudo da Vigilância Sanitária e o de Vistoria de Engenharia, Acessibilidade e Conforto, previsto na Portaria 290 do Ministério do Esporte, conforme exigência do Estatuto do Torcedor e por determinação do Ministério Público.

A estreia do Inter-SM na Divisão de Acesso será neste domingo, às 16h, contra o Aimoré, em São Leopoldo. 

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSanta Maria é a 5ª cidade gaúcha com maior potencial de consumo https://t.co/HTp4xlVRBW https://t.co/WPETYgeGRMhá 4 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMTrabalhadores podem não receber o FGTS inativo https://t.co/pUuKdlp4Eh https://t.co/eMHJNJhFb0há 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros