Falta de efetivo emperra vistoria dos bombeiros ao Estádio Presidente Vargas em Santa Maria - Esportes - Diário de Santa Maria

À espera do "ok"15/02/2017 | 20h22Atualizada em 16/02/2017 | 08h56

Falta de efetivo emperra vistoria dos bombeiros ao Estádio Presidente Vargas em Santa Maria

Obras na casa do Inter-SM foram concluídas no último dia 8. Primeiro jogo do clube na Baixada pela Divisão de Acesso será em 12 de março

Falta de efetivo emperra vistoria dos bombeiros ao Estádio Presidente Vargas em Santa Maria Gabriel Haesbaert/NewCo DSM
Tela de proteção de 105 metros de comprimento foi instalada na arquibancada geral  Foto: Gabriel Haesbaert / NewCo DSM

Está tudo pronto no Estádio Presidente Vargas. Pelo menos, é o que afirmam os responsáveis pelo departamento de patrimônio e o engenheiro do Inter-SM. Na última semana, os profissionais que trabalhavam na Baixada concluíram as obras conforme o novo PPCI da casa alvirrubra (confira, abaixo, os itens adequados). Resta, agora, a vistoria dos bombeiros. 

Inter-SM convoca torcida para limpeza e pintura da Baixada

O problema é que a demanda da corporação, aliada à falta de efetivo na cidade, em função da Operação Golfinho, impede a única equipe da Seção de Prevenção de Incêndios do Corpo de Bombeiros de agilizar o processo e encaminhar a liberação do estádio de acordo com os quatro laudos exigidos pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e pelo Ministério Público. A primeira partida do time santa-mariense em casa na Divisão de Acesso está marcada para 12 de março, contra o Guarany-Ba, pela 2ª rodada.

Inter-SM dispensa dois jogadores e anuncia a contratação de atacante

— Nos reunimos com o Corpo de Bombeiros ontem (terça-feira) e explicamos para eles que a Federação está nos exigindo os laudos. Eles se mostraram sensíveis, mas não nos garantiram a data — comentou o vice-presidente de patrimônio do Inter-SM, José Adelar Tambara.

Pedro Pavan: Problemão à vista na Baixada

O PPCI, que é o projeto, já foi aprovado. E, para não perder tempo, o Inter-SM protocolou os pedidos de renovação de alvarás da Vigilância Sanitária e da Brigada Militar. No entanto, ambos só podem ser expedidos após a emissão do alvará do PPCI. O quarto laudo necessário é o de Vistoria de Engenharia, Acessibilidade e Conforto, previsto na Portaria 290 do Ministério do Esporte, conforme exigências do Estatuto do Torcedor.

Inter-SM vence o Elite e chega à terceira vitória em três amistosos

Segundo o engenheiro do Inter-SM, Vilmar Figueiró, ele deve ser entregue ao clube ainda nesta semana. Depois, cabe à diretoria enviar todos os laudos à FGF. 

Vice de patrimônio do Inter-SM, José Adelar Tambara mostra um dos extintores reposicionados  Foto: Gabriel Haesbaert / NewCo DSM

No ano passado, os dois clubes de Santa Maria tiveram problemas na liberação de seus estádios. Na ocasião, o Ministério Público chegou a estipular uma multa caso as equipes abrissem os portões à torcida. O Inter-SM jogou sete partidas consecutivas fora de casa até conseguir todos os laudos necessários.

OS ITENS QUE FORAM ADEQUADOS NA BAIXADA
- Colocação de tela de 105 metros de comprimento na arquibancada geral
- 6 novos corrimãos
- Reposição de 23 placas de sinalização
- Reposição de 12 novos extintores
- Recolocação de cabos de para-raios

 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRenato Mirailh: há mais de 30 anos nos palcos santa-marienses https://t.co/EJW8pNL2sF https://t.co/Gj4SKJPLNphá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltantes amarram casal de agricultores e fogem levando dinheiro e um carro https://t.co/bp0ydKBG8p https://t.co/A7KW3xj4gOhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros