Após 39 anos de dedicação, Sid despede-se do Grêmio Atlético Imembuy - Esportes - Diário de Santa Maria

Nos campos de várzea21/02/2017 | 13h10Atualizada em 21/02/2017 | 13h10

Após 39 anos de dedicação, Sid despede-se do Grêmio Atlético Imembuy

Trajetória de Sidnei Pereira Henrique caminha ao lado da história do clube amador de Santa Maria 

Após 39 anos de dedicação, Sid despede-se do Grêmio Atlético Imembuy Lucas Amorelli/NewCo DSM
Sid ingressou no Imembuy em 1978, aos 16 anos Foto: Lucas Amorelli / NewCo DSM

Em 1978, aos 16 anos de idade, Sidnei Pereira Henrique, o Sid, ingressava empolgado ao clube que viria a fazer parte da sua vida por quase quatro décadas. Nascia, naquela época, uma paixão avassaladora pelo Grêmio Atlético Imembuy. Desde então, como atleta amador e dirigente, pisou incontáveis vezes no campo localizado às margens da Avenida Hélvio Basso, no Bairro Medianeira. 

Como será o calendário do futebol amador no semestre

No último domingo, depois de 26 anos como presidente e 39 como colaborador, Sid entregou as chaves da casa que lhe traz tantas boas lembranças. Segundo ele, chegou a hora de passar o cargo adiante e acompanhar, somente das arquibancadas, o seu time do coração.

— Saio com um sentimento de dever cumprido. É como ajudar a criar um filho, que hoje tem 53 anos, e caminhou junto comigo. Mesmo estando totalmente fora do Imembuy, a partir de agora, eu vou continuar olhando pelo Imembuy, visitando o Imembuy e torcendo para que o Imembuy continue ainda mais forte — espera Sid, que coleciona cinco títulos da Copa Amizade e sete da antiga Copa Prefeito, hoje chamada de Copa Afuvesma.

"A perspectiva não é boa", diz presidente de liga sobre recursos

Logo que Sid descobriu o clube amador do Bairro Medianeira, já quis participar do grupo como jogador. Porém, à época, a forma de acesso aos times amadores da cidade não era tão simples. Após longa análise da diretoria, foi aceito no início do ano seguinte. Ostenta até hoje a carteirinha de mensalista, com a matrícula datada em 1º de janeiro de 1979. A cada 30 dias, pagava um valor simbólico equivalente a "um refrigerante".

Com tantos anos de várzea, tem domínio e experiência no assunto. Para ele, o futebol amador é muito mais do que campeonatos semestrais ou títulos.

— O futebol amador é qualidade de vida. Temos meninos de 65 anos jogando futebol. No dia de jogo, além de ser presidente, tu precisas ser psicólogo. Tu não sabes os problemas das pessoas. Se o cara brigou com a mulher, com a filha, bateu o carro, cortaram a água, a luz, se está sem dinheiro. E tu precisas recebê-las da mesma forma. Isso, para mim, é aprender a respeitar e a ouvir as pessoas — comenta.

Leia mais sobre o futebol amador

Entre os vários episódios marcantes enquanto dirigente, ele destaca uma partida entre o Imembuy e o Artigas, do Uruguai. Mais de 2,5 mil pessoas prestigiaram o evento que, segundo ele, foi o grande momento do time amador.

— Tocamos o hino nacional brasileiro, o hino nacional uruguaio, colocamos as bandeiras. Fizemos todo o protocolo como se fosse jogo de televisão. Desfilamos com eles em carreata nas ruas da cidade antes do jogo e trouxemos um pouco do Uruguai para Santa Maria — orgulha-se Sid, que viu a sua equipe vencer os uruguaios por 3 a 1.

A história da vida de Sid confunde-se com a trajetória do Imembuy. Em 1990, ano do nascimento da sua única filha, Priscila Romero Henrique, de 26 anos, ele começou a sua caminhada como presidente. Datas que, para ele, são extremamente simbólicas, assim como esta terça-feira, dia em que completa 55 anos e receberá a notícia do sexo do primeiro neto:

— Quero passar por aqui com o meu neto e poder dizer para ele que o vovô ajudou a construir a história do Grêmio Atlético Imembuy e contribuiu com a sociedade de Santa Maria — almeja Sid.

Na última quinta-feira, ele recebeu de amigos e dirigentes uma placa em homenagem a sua contribuição para o futebol amador, que ficará eternizada ao lado das arquibancadas do campo.

— Logo que ele estava começando como presidente, joguei nos 40 anos do Imembuy. Foi uma das grandes gestões do futebol amador de Santa Maria. Construiu arquibancadas no campo e conseguiu patrocinadores. Tornou o Imembuy em um dos maiores campos da cidade. Hoje, não se fala do Imembuy sem falar no Sid. Ele é o Sid do Imembuy — afirma Sérgio Silva, o Serjão, figura conhecida no futebol amador santa-mariense. 

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Em clássico regional, São Gabriel vence o Inter-SM por 3 a 2 na Divisão de Acesso: https://t.co/txARCoholV @diariosm https…há 5 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Soldiers aplica novo placar elástico e assume a liderança do Gauchão: https://t.co/IHnY2e96Cu @diariosm @smsoldiers https:…há 6 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros