"Foi a melhor edição de todas", avalia organizador do 5º Combat Guerreiros Thai - Esportes - Diário de Santa Maria

Lutas11/12/2016 | 19h35Atualizada em 11/12/2016 | 19h35

"Foi a melhor edição de todas", avalia organizador do 5º Combat Guerreiros Thai

Ao todo, foram disputadas 15 lutas de artes marciais no CDM. Mas também teve luta de braço 

"Foi a melhor edição de todas", avalia organizador do 5º Combat Guerreiros Thai Ronald Mendes/Especial
Foto: Ronald Mendes / Especial

Quinze lutas de artes marciais, entre muay thai, MMA, kickboxing e boxe feminino, desafios de luta de braço, apresentação de capoeira e muita técnica demonstrada no ringue montado no ginásio principal do Centro Desportivo Municipal (CDM). A 5ª edição do Combat Guerreiros Thai levou cerca de 1,2 mil pessoas ao evento na noite de sábado. E para o organizador Carlos Garda, presidente da Associação Guerreiros Thai (AGT), essa foi a melhor edição de todas, tanto pela presença do público quanto pela qualidade das lutas.

Inter empata com o Fluminense e está rebaixado para a Série B do Brasileirão

– Foi a melhor edição, até pela qualidade das lutas. Veio lutador de Alvorada, São Gabriel, São Pedro do Sul, Soledade, Panambi, Frederico Westphalen e até do Rio de Janeiro. A gente valoriza bem os atletas que lutam no Combat. Pagamos todos eles, pois é um evento profissional – diz Garda.

Pedro Ernesto: "Sofrimento sem fim"

Entre os principais combates da noite, dois foram considerados superlutas, ambos de muay thai. Numa delas, um atleta saído do projeto AGT – Inclusão Social na Prática foi o vencedor. Nesse confronto, o lutador Flávio Pinheiro, do projeto social, venceu por nocaute, no segundo round, o atleta Juliano Mattioni, da equipe Hasca, de Panambi. 

– Estou superorgulhoso que o Flávio Pinheiro, que é do projeto social, venceu – destacou Garda.

A outra superluta foi travada por Jean Pierre, da equipe Belford Gym – Tropa Tahi, e Felipe Moura, da M4 Team, de Alvorada. Melhor para Felipe Moura, que venceu o discípulo de Vítor Belfort por pontos no terceiro round.

Mesmo que o 5º Combat tenha sido um sucesso, conforme Carlos Garda, a realização da 6ª edição do evento depende da aprovação de um projeto da Associação Guerreiros Thai no Proesp, programa da prefeitura de Santa Maria de incentivo ao esporte mediante repasse de valores de impostos para entidades esportivas. A aprovação ou não desse projeto deve ser conhecida ainda em dezembro. Se tudo der certo, o 6º Combat será em 16 de dezembro de 2017.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Gramado da Baixada começa a receber reparos para decisão de domingo: https://t.co/jdsyE6X7Cj @diariosm https://t.co/W1Ho5B…há 6 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Eliminado na Terceirona, Guarany de Camaquã terá apenas seis remanescentes contra o Riograndense: https://t.co/iEWn24pQMm…há 7 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros