Entre esperança e pessimismo, torcida do Inter se divide em Santa Maria - Esportes - Diário de Santa Maria

Permanência ou queda?09/12/2016 | 20h07Atualizada em 09/12/2016 | 20h07

Entre esperança e pessimismo, torcida do Inter se divide em Santa Maria

Colorados vivem a expectativa pela rodada decisiva do Brasileirão que pode livrar o clube do rebaixamento ou decretar a queda

Entre esperança e pessimismo, torcida do Inter se divide em Santa Maria Jean Pimentel/Agencia RBS
Paulo Terres promete ir de Santa Maria a Porto Alegre a pé caso o Inter fuja do rebaixamento Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Apenas uma rodada separa o Inter da permanência na Série A ou da queda à Série B do Brasileirão. Será diante do Fluminense, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, no Rio de Janeiro, neste domingo, às 17h, a última chance de o time de Lisca tentar seguir na elite do futebol nacional. Para isso, a equipe colorada precisará vencer e torcer por resultados paralelos.

Colorado promete que irá a pé de SM à Capital caso o Inter fuja da queda

Para a maioria dos colorados, a diretoria do Inter foi a grande responsável pela má fase do clube na temporada.

Fluminense x Inter: tudo sobre a partida

— Foi uma péssima gestão desse biênio. Terrível. Tudo o que o Vitorio Piffero construiu com o outro grupo, mudou nessa turma e erraram o planejamento. Pegaram o clube na Libertadores e largaram na zona de rebaixamento. Retrocederam 20 anos — dispara o cônsul do Inter em Santa Maria, Edmilson Gabardo.

CBF alega que Inter usou e-mails falsos no caso Victor Ramos

Sobre a expectativa para a partida contra o Fluminense, Gabardo se mostrou realista:

— É muito difícil. Tem que ter muita sorte. É um absurdo ter que depender do Figueirense. No futebol, tudo pode acontecer, mas é difícil. O mais importante é o sócio colorado votar neste sábado e tirar do poder essas pessoas que tiveram essa gestão horrorosa — completou Gabardo, que é cônsul do Inter em Santa Maria desde 1999.

Fanático pelo Inter, Paulo Terres espera poder cumprir promessa de ir a pé de Santa Maria à Capital, caso o clube fuja do rebaixamento. Há 10 anos, na primeira conquista da Libertadores, ele fez o trajeto em sete dias.

— A esperança é a última que morre. Acredito até o último segundo. Nunca vou deixar de acreditar no Inter — garante Terres.


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBrigada Militar recebe coletes à prova de balas https://t.co/jx8ArLQ9bX https://t.co/1yyBK97eNthá 1 horaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMConheça o restaurante mais votado pelo público no #TopSushi >>https://t.co/tEalQAtvW6 https://t.co/r80u8O8bM5há 2 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros