Gilvan Ribeiro celebra primeiro patrocínio como atleta profissional - Esportes - Diário de Santa Maria

Nova fase na canoagem01/09/2016 | 20h12Atualizada em 01/09/2016 | 20h25

Gilvan Ribeiro celebra primeiro patrocínio como atleta profissional

Após 15 anos de esporte e uma Olimpíada na carreira, canoísta assinou contrato nesta semana    

Gilvan Ribeiro celebra primeiro patrocínio como atleta profissional Lais Denardin/Praxis,Divulgação
Gilvan Ribeiro (C), ao lado de Marcia e Celso Lago, diretores da Praxis Foto: Lais Denardin / Praxis,Divulgação

Aos 27 anos, pós-Jogos Olímpicos, Gilvan Ribeiro assinou o seu primeiro contrato como atleta profissional da canoagem. Até o grifo no papel, formalizado no início desta semana, foram 15 anos dedicados ao esporte, incluindo uma Olimpíada na bagagem. O contrato, com valor estipulado em R$ 10 mil pelo período de 1 ano e seis meses, servirá para o canoísta começar uma nova jornada por vaga olímpica, agora, para Tóquio 2020.

Leia mais
"Asena será referência nacional", garante Gilvan
"O reconhecimento é a maior conquista da família Ribeiro"
Gilvan encerra disputa no Rio com o 13º lugar no K4
Coluna do Gilvan: Show de Brasil!
Gilvan conclui K2 200m como o 10º melhor da Olimpíada

— Esse valor ajuda para eu me manter treinando. O principal desafio do atleta é conseguir viver do esporte, sem um outro trabalho paralelo. Claro que vou buscar mais apoiadores. Mas já é um recomeço de uma forma mais fácil. Para ir aos Jogos do Rio, eu comecei sem apoio nenhum. Com contrato firmado, já dá uma segurança maior — explica Gilvan.

A conversa com a empresa Praxis se iniciou antes mesmo dos Jogos do Rio 2016, quando Gilvan participou de um trabalho como modelo. O atleta celebra a conquista que, segundo ele, pode abrir portas para outros esporte da cidade:

— É uma forma de incentivo a outros atletas — comenta Gilvan, que terá como contrapartida usar as marcas da empresa patrocinadora.

Givago Ribeiro, irmão de Gilvan, que auxiliou o atleta olímpico na parte do marketing esportivo e apresentou o projeto e o contrato para a empresa, afirma que a etapa simboliza uma nova fase para o esporte de Santa Maria, principalmente para a Associação Santa-Mariense de Esportes Náuticos (Asena).

— Isso quebra um paradigma na cidade de que as empresas não apoiam e não investem. Elas apoiam e investem. Só que elas querem organização das instituições e dos atletas, além de resultados — garante Givago, que ainda trata de mais dois projetos de patrocínios em potencial.

A Asena, inclusive, trabalha em outra frente. Nos próximos dias, a equipe lançará o projeto Padrinhos do Remar, que ampliará as diretrizes do projeto social que ensina a canoagem a crianças do bairro Campestre, e aproximará a comunidade de Santa Maria ao esporte desenvolvido na barragem do DNOS.

— O Givago nos apresentou um projeto, e vimos que era algo sério e de futuro. Mais à frente, vamos ter outros Gilvans, que despontarão em âmbito nacional. É um trabalho bem estudado e pé no chão. Além disso, queremos fazer um trabalho social com Asena, futuramente. Investir na parte de uniformes — explica Celso Rubem Lago, diretor da Praxis. 

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMFOTOS: fim de semana de gastronomia, música e diversidade em Santa Maria https://t.co/iYlSZmsVBE https://t.co/x5Xg8T70i0há 16 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMApocalypse Now será exibido nesta segunda-feira no Lanterninha Aurélio https://t.co/gGC0Esvc3c https://t.co/aTiyIx86eChá 1 horaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros