Gilvan Ribeiro encerra disputas no Rio com o 13º lugar no K4 1.000m - Esportes - Diário de Santa Maria

Olimpíada21/08/2016 | 19h09Atualizada em 21/08/2016 | 19h47

Gilvan Ribeiro encerra disputas no Rio com o 13º lugar no K4 1.000m

Canoísta de Santa Maria disputou a final B da modalidade no sábado

Gilvan Ribeiro encerra disputas no Rio com o 13º lugar no K4 1.000m Rob Van Bommel/Sportscene/Divulgação
Foto: Rob Van Bommel / Sportscene/Divulgação

O canoísta de Santa Maria Gilvan Ribeiro encerrou sua participação na Olimpíada do Rio de Janeiro no sábado. Junto com Celso Oliveira, Vagner Souta e Roberto Maehler, ele disputou a final B do K4 1.000 metros, que não valia medalha, mas definiu a classificação geral.

No K4, Gilvan Ribeiro não avança à disputa por medalha nos 1.000m

O quarteto brasileiro ficou na quinta posição na final B, e em 13º lugar no geral entre 14 equipes, com o tempo de 3min13s337. Os brasileiros conseguiram a vaga para a modalidade apenas 45 dias antes do início dos jogos, após a exclusão do barco da Bielorrússia da Olimpíada por doping.

"Dever cumprido", analisa Gilvan após estreia olímpica

– O K4 desceu a raia de uma forma mais do que honrosa, dentro daquela perspectiva que já sabíamos, já que não conseguimos a vaga no pré-olímpico e tivemos que fazer um treinamento intensivo. Viemos para a Olimpíada sabendo que estávamos longe de estar no melhor nível. Ontem, na prova, passamos os 500 metros na liderança, com barcos como a Rússia, a Hungria, a Itália e a própria Argentina, que são fortes. A Hungria era a atual vice-campeã olímpica. Mas são dois feitos históricos: ter sido o primeiro quarteto a participar de uma olimpíada e ter conseguido fazer uma boa prova, com raça, mesmo sem a preparação ideal – analisa.

Gilvan termina em 4º na semifinal e está fora da briga por medalha no K2

Na disputa por medalhas, na final A, o quarteto alemão ficou com o ouro, com a marca de 3min02seg143. A prata ficou com a Eslováquia, e o bronze, com a República Tcheca. Foi a primeira vez na história dos Jogos Olímpicos que o Brasil foi representado no K4.

Confirmado: Gilvan Ribeiro também disputará Olimpíada no K-4

Antes, no C2-200m, na quarta e quinta-feira, Gilvan e Edson Silva, participaram das eliminatórias e da semifinal, mas não conseguiram um lugar na final A para disputar medalha. No entanto, na final B, ficaram em segundo lugar, e como o 10º melhor barco do mundo.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMEm Nome do Filho: E quando o amigo vai embora? https://t.co/tUgew8B8Nk https://t.co/MdEw2Wz1bQhá 5 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMÚltima parcela do IPTU 2016 vence na segunda-feira https://t.co/HHnIk9DHd9 https://t.co/0mCpZepaWZhá 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros