Esverdeada, piscina de saltos ornamentais será drenada e terá parte da água substituída - Esportes - Diário de Santa Maria

Desagradável13/08/2016 | 20h06Atualizada em 13/08/2016 | 20h09

Esverdeada, piscina de saltos ornamentais será drenada e terá parte da água substituída

Segundo o gerente de instalações dos Jogos do Rio, tentativas para que água voltasse à cor azul fracassaram até agora

AFP
AFP

Foto: Odd Andersen / AFP

Os organizadores da Olimpíada do Rio de Janeiro anunciaram, neste sábado, que a piscina que ficou esverdeada, palco das competições de saltos ornamentais será drenada e boa parte da água será substituída.

O gerente de instalações dos Jogos, Gustavo Nascimento, disse que, até agora, as tentativas de fazer com que a água da piscina de 50 metros do parque aquático Maria Lenk voltasse à cor azul fracassaram.

— Tratamos durante dias. Obviamente não foi tão rápido como queríamos, então vamos trocar a água — indicou Nascimento em uma coletiva de imprensa. — Vamos drenar a água da piscina de competição e vamos trazer água da piscina de aquecimento — completou.

Leia mais

Mais qualidade, menos recordes: a evolução da natação até o Rio 2016
Por que os empates têm sido tão comuns na natação olímpica
Michael Phelps afirma que se aposentará depois do Rio: "Estou pronto e feliz"

A água ficou esverdeada devido a uma reação química causada por peróxido de hidrogênio que neutralizou o cloro, conforme explicou o gerente de instalações. Neste sábado, a água da piscina principal estava verde claro, enquanto a da piscina de saltos ornamentais permanecia turva. No entanto, o líquido não será completamente substituída e continuará sendo tratada.

Como terá competição de nado sincronizado neste domingo, uma medida drástica precisou ser tomada:

— Os atletas do nado sincronizado precisam que a água seja transparente para que eles possam se ver, por isso vamos trocar a água. Isso vai ser feito durante a madrugada. A água do aquecimento está em perfeitas condições (...). Esperamos que este problema esteja solucionado amanhã de manhã — acrescentou.

Segundo a estimativa, substituição de 3,73 milhões de litros de água vai levar 10 horas. A organização insiste em que não há riscos para a saúde dos atletas.

A polêmica sobre a água começou na terça-feira, quando a piscina ficou com a cor esverdeada. Os atletas dos saltos ornamentais disseram que a cor não afetava o seu desempenho, mas o alemão Stephen Feck se queixou no Facebook de que a a instalação cheirava como se alguém tivesse soltado um peido.

Os jogadores de polo aquático, que usavam a piscina vizinha a de saltos no Maria Lenk - que também ficou verde - se queixaram de ardência nos olhos depois que os técnicos aumentaram a dose de cloro para forçar a volta da cor azul.

*AFP

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM"Eu acordei com uma ligação, e disseram que meu filho estava morto", diz pai de taxista https://t.co/6Y3vjZRVZ3 https://t.co/ZDFROJLMYFhá 17 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSanta Maria ganhará novo cursinho pré-vestibular https://t.co/FjzfzfdOin https://t.co/8RU8TyJudehá 20 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros