Em "aquece" para Bolt, primeiro dia de atletismo tem quebra de recorde mundial no Rio - Esportes - Diário de Santa Maria

No Engenhão12/08/2016 | 20h04Atualizada em 12/08/2016 | 20h04

Em "aquece" para Bolt, primeiro dia de atletismo tem quebra de recorde mundial no Rio

Astro do atletismo correrá neste sábado

Em "aquece" para Bolt, primeiro dia de atletismo tem quebra de recorde mundial no Rio Jewel Samad/AFP
Foto: Jewel Samad / AFP
Diogo Olivier - Enviado especial ao Rio
Diogo Olivier - Enviado especial ao Rio

diogo.olivier@zerohora.com.br

Pode-se dizer que foi um aquecimento. Uma espécie de preliminar do jogo principal. Usain Bolt estreia neste sábado na Olimpíada, após um período de resguardo e treinos secretos, sem aparecer na Vila Olímpica. O mundo quer vê-lo no Engenhão tanto quanto a Michael Phelps na piscina do Estádio Aquático. Mas nesta sexta, antes dele, teve até recorde mundial logo na primeira final do atletismo, o mais nobre dos esportes olímpicos, no Rio 2016.   

A etíope Almaz Ayana demoliu as adversárias nos 10.000m, cravando 29min17s45. A prata foi para a queniana Vivian Cheruiyot (29min32s45). Confirmando a supremacia africana na prova, a campeã olímpica Tirunesh Dibaba levou o bronze (29min42s56). Numa prova fantástica, várias competidoras fizeram os melhores tempos de suas vidas, mesmo sem pódio.

Leia mais
Etíope ganha primeiro ouro do atletismo e bate recorde mundial nos 10.000m
Lutimar Paes é eliminado, mas Brasil está na semifinal dos 800m 
Brasileira começa mal no heptatlo em prova de 100m com barreiras

Especialistas disseram que a chuva fina e o friozinho ajudaram a potencializar o rendimento, sem o cansaço pelo calor. Um bom aperitivo para Usain Bolt, que neste sábado voa na classificatória dos 100m.

Quanto aos brasileiros, pressionados depois de voltar de Londres 2012 sem medalha, Caio Bomfim, 25 anos, surpreendeu com o quarto lugar na marcha atlética de 20 quilômetros. Em Londres, ele havia chegado em 39. A paulista de 24 anos Geisa Arcanjo conseguiu vaga entre as 12 finalistas, lançando a 17m67cm, a sétima marca entre as 36 atletas da fase de classificação. Em Londres, Geisa voltou para casa com o sétimo lugar, também pegando final.

Nos 800m, Kleberson Davide, 31 anos, chegou em quarto em sua bateria, mas garantiu vaga na semifinal. Além dos três primeiros em cada uma das sete séries, passam também os três melhores tempos. Foi aí que Kleberson se classificou, com o seu 1min46s14.

O gaúcho Lutimar Paes, de Cruz Alta, 26 anos, não teve a mesma sorte. Fechou em antepenúltimo entre nove corredores. Está fora. Com desempenho fraco no primeiro dia do heptatlo, Vanessa Reche liquidou suas chances de medalha. E Tatiele Bandeira, nos 10.000m, a prova do recorde mundial batido, foi só a 31 colocada. 

Enfim: que venha Usain Bolt.

*ZHESPORTES

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMUnifra promove Mostra das Profissões nesta quarta e quinta-feira https://t.co/tfUxqX6f78 https://t.co/fV7JQqXMEchá 42 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMFOTOS: fim de semana de gastronomia, música e diversidade em Santa Maria https://t.co/iYlSZmsVBE https://t.co/x5Xg8T70i0há 1 horaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros