Inflação X desemprego - Diário de Santa Maria

Coluna Finanças Pessoais29/06/2017 | 14h08Atualizada em 29/06/2017 | 14h08

Inflação X desemprego

Colunista traz um dado assustador: o número de desempregados da Região Metropolitana equivale a 6 vezes a população de Santa Maria

E chegamos à metade de mais outro ano, só que desta vez com alguns indicadores econômicos melhores que no ano passado. Digo alguns, porque talvez o número mais importante, ao menos para nós, simples mortais, seja o do desemprego.

Não estou negligenciando a força que um processo inflacionário tem sobre uma economia, apenas tento dizer que inflação com emprego é melhor que não ter inflação e nem emprego.

Aliás, como demonstrou um economista famoso, Willian Phillips, a relação entre inflação e taxa de desemprego são inversamente proporcionais, ou seja, quando cresce a inflação cai a taxa de desemprego. Só temos alguns "poréns" nesta teoria que são de extrema relevância. Primeiramente, a relação foi calculada a partir da análise de um curto período, das taxas de inflação e desemprego do Reino Unido (1957-1961). Em segundo lugar, essa teoria não considera a elevação dos salários e preço, por ter sido desenvolvida em período de estabilidade, com inflação tendendo a zero.

Leia outras colunas sobre Finanças Pessoais

Trouxe este assunto à tona porque, na última pesquisa de desemprego divulgada sobre a Região Metropolitana, Porto Alegre a taxa de desemprego recuou para 11,1% em maio. 5 mil pessoas a mais procurando emprego enquanto 6 mil vagas foram criadas. Esses números, então, causaram um recuo de 11,3%, em abril, para 11,1% em maio.

O problema: o número percentual não demonstra o tamanho do problema que temos nas mãos. Para exemplificar melhor, o número de desempregados na região metropolitana de Porto Alegre, segundo a Fundação de Economia e Estatística (RS) é em torno de 1,61 milhão de pessoas, e esse número corresponde a aproximadamente 6 vezes a população de Santa Maria (IBGE/2016). Analisando com esse viés, creio o número tenha seu devido impacto em nossas mentes, pois agora entendemos que uma região com extremo potencial de produção de nosso estado possui praticamente 6 "Santa Marias" de desempregados.

Foto: pixabay / pixabay

Para tranquilizar a população, o ministro da fazenda, Sr. Henrique Meirelles, veio através do Twitter (13/06), anunciar que espera uma redução real na taxa de desemprego a partir de agosto, lembrando que, após 3 anos consecutivos, pela primeira vez o número de desempregados parou de subir em abril.

O ministro também salientou que o número de desempregados resultantes da recessão vivida por nosso país chegou a 14 milhões (algo em torno de 50 vezes a população atual de Santa Maria), e que esses efeitos não desaparecerão do dia para noite.

Nos resta acreditar e torcer para que, realmente, a teoria do Sr. Phillips esteja equivocada, e que não se aplique ao nosso país, ao menos agora que estamos novamente obtendo taxas de inflação menores. E, caso essa metade de ano não sirva como um ponto de inversão nos rumos econômicos de nosso país, não esqueçam nunca:"foi Deus quem nos colocou aqui".


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMO calendário de concursos e as turmas preparatórias abertas https://t.co/P6rBCeBy5B https://t.co/FIJ1eqIPAHhá 13 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSeca e ventos aumentam o risco de incêndios às margens de rodovias https://t.co/ed647rnQ2x https://t.co/DMkYZeFFyhhá 14 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros