Uma bela feijoada com laranja para deixar nosso bolso feliz - Diário de Santa Maria

Coluna Finanças pessoais18/05/2017 | 13h17Atualizada em 18/05/2017 | 13h17

Uma bela feijoada com laranja para deixar nosso bolso feliz

Colunista avalia o Índice do Custo de Vida de Santa Maria e dá dicas de quais os produtos que estão em baixa e vale a pena comprar

Nos últimos meses, temos experimentado o doce sabor de uma certa estabilidade de preços.

Sim, o Índice do Custo de Vida de Santa Maria (ICVSM), feito pelo curso de Ciências Econômicas da Unifra e que mede a inflação em nosso município, tem registrado valores estáveis em relação a variação dos preços ao consumidor. Nos primeiros quatro meses do ano, a inflação na cidade registrou +1,56%. O número é bastante expressivo quando relacionado ao acumulado no mesmo período de 2016, que foi de +4,12%.

Em abril, a inflação registrada em Santa Maria, foi de + 0,30%, e os grupos que mais contribuíram para o aumento foram: vestuário (+0,89%), saúde e cuidados pessoais (+0,88%). Por outro lado, influenciaram para baixo o índice os grupos educação (-0,39%) e transporte (-0,25%).

Foto: pixabay / pixabay

Mas de que valem os números sem exemplos reais, então vamos lá...

A gasolina, por exemplo, tem seus valores estáveis desde o início do ano, com preço médio (maio/2017) em torno de R$ 3,773. Alguns alimentos, como feijão e laranja apresentaram redução nos valores médios em maio, em torno de 10%. 

Cadernos escolares e canetas tiveram  queda de -9,2% e -2,4%, respectivamente, neste mês. Ou seja, diversos preços de todos os grupos tem contribuído para a estabilidade da inflação.

Mas, e o consumo? Esse vai muito bem obrigado. O indicador que mede a intenção de consumo das famílias no Rio Grande do Sul (ICF - Fecomércio/RS) fechou o mês de abril com uma alta de +9,5% quando comparado ao mesmo período do ano passado, o que revela que, mesmo que lentamente, a economia está em recuperação.

Também é relevante a informação que o Rio Grande do Sul detém o quarto maior potencial de consumo do país, registrando um valor de R$ 285.560 bilhões, o que representa 6,8% do montante brasileiro (IPC Maps). Ainda, quando analisamos os municípios gaúchos em relação a esse potencial de consumo, Santa Maria aparece na 5ª colocação, atrás apenas de Porto Alegre, Caxias do Sul, Canoas e Pelotas.

Ao analisarmos essas três variáveis em conjunto (inflação, intenção de consumo e potencial de consumo), nosso município apresenta um ótimo cenário futuro em relação ao crescimento de sua economia, tanto no aspecto micro quanto macroeconômico. 

E, caso os prognósticos não se realizem, podemos aproveitar o mês de maio para saborear uma bela feijoada acompanhada de deliciosas laranjas. Afinal, seus preços estão mais baixos!


 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM#gremistasnodiário https://t.co/N6ZQjbd1gJhá 15 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM#gremistasnodiário https://t.co/XZxLQPAOVbhá 15 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros