Prefeitura economizará quase R$ 500 mil ao ano com pagamento de só sete secretarias - Diário de Santa Maria

Santa Maria 04/03/2017 | 12h38Atualizada em 04/03/2017 | 12h38

Prefeitura economizará quase R$ 500 mil ao ano com pagamento de só sete secretarias

Duas pastas são pagas pela Câmara e dois secretários acumulam funções

Prefeitura economizará quase R$ 500 mil ao ano com pagamento de só sete secretarias Jean Pimentel/Agencia RBS
O Executivo municipal tem atualmente 12 secretarias Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A economia nos cofres da prefeitura em época de crise passa também pelos salários dos secretários. Dos 12 titulares das pastas, o município paga, atualmente, sete. A economia é de, aproximadamente, R$ 40 mil por mês. Ao ano, conforme o chefe da Casa Civil e secretário de Gestão e Modernização Administrativa, Guilherme Cortez, a economia seria de R$ 500 mil, somando o pagamento do 13º salário.


Dois secretários são pagos pela Câmara de Vereadores, já que são parlamentares e podem optar por ter a remuneração paga pelo Executivo ou pelo Legislativo. Atualmente, o salário é o mesmo valor de secretário quanto de vereador: R$ 9,6 mil. Já no caso da Secretária de Saúde, não há pagamento da remuneração, uma vez que o cargo é acumulado pelo próprio prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), que recebe o salário, como chefe do Executivo, de R$ R$ 24, 9 mil. Também o chefe da Casa Civil recebe só por uma secretaria, no caso R$ 9,6 mil, embora acumule duas pastas.

Placar dos salários

12 secretários compõem o primeiro escalão
são pagos pela prefeitura
2 são pagos pela Câmara
2 acumulam função e recebem só um salário
1 com situação pendente*

Câmara de Vereadores

Secretário de Desenvolvimento Social, João Chaves – R$ 9.641,03
Secretária de Esporte, Cultura e Lazer, Marta Zanella – R$ 9.641,03

Jorge Pozzobom – R$ 24.997,63 

Prefeito e secretário de Saúde

Guilherme Cortez – R$ 9.641,05
Chefe da Casa Civil e secretário de Gestão e Modernização Administrativa

*Situação pendente

Rossana Schuch Boeira – R$ 24.452,81 (pelo Estado) e R$ 8,7 mil de FG 9 (pelo município conforme o site da prefeitura)
Procuradora-Geral do Município cedida pelo Estado
Ainda não há uma definição se Município pagará o salário ou se o Estado continuará pagando sua remuneração

O município ainda tem situação pendente em relação ao salário da procuradora-geral do Município, Rossana Schuch Boeira. Como é funcionária do Estado e lotada na Procuradoria-Geral do Estado, ela foi cedida para o município. A prefeitura, conforme Cortez, encaminhou um pedido ao governo do Estado para que continue pagando seu salário, R$ 24,4 mil. O município tem pago seu FG 9 (Fundação Gratificada, em torno de R$ 8,7 mil) Por enquanto, o Estado não respondeu à solicitação, porém pagou os salários de janeiro e de fevereiro.

Valdeci defende pais da Kiss e fala sobre hospital regional e governo Pozzobom


– Tem um pedido na Casa Civil para que não tenha ônus para o município – afirmou Pozzobom, sobre a solicitação que está sendo analisada pelo Estado


Na economia projetada de cerca de R$ 500 mil, Cortez não inclui a remuneração da procuradora, já que a situação ainda não está definida. Com o dinheiro economizado, exemplificou o prefeito, a área de saúde pode ser beneficiada.

Confira o que andam fazendo os ex-candidatos à prefeitura da cidade


– Isso faz parte do enxugamento. Esse dinheiro me complementa o que falta para a unidade da Santa Marta e ainda sobra para reformar outras unidades de saúde – comentou Pozzobom, referindo-se à obra do posto de saúde da Floriano Rocha, estimada em R$ 990 mil e que ele prometeu concluir até o final do ano.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMExcursões e ônibus com desconto levam produtores à Expointer https://t.co/XO5I40oD5P https://t.co/M1l2poLG5Lhá 10 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJustiça Federal condena servidoras por fraudar ponto no INSS https://t.co/gfD5uEDw0c https://t.co/BssfSqPpcShá 29 minutosRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros