Previsão de safra recorde na Região Central leva cooperativas a alugar silos e armazéns em outras cidades - Diário de Santa Maria

Agronegócio22/02/2017 | 15h00Atualizada em 22/02/2017 | 15h11

Previsão de safra recorde na Região Central leva cooperativas a alugar silos e armazéns em outras cidades

Maior preocupação de produtores é com relação ao escoamento da safra

Previsão de safra recorde na Região Central leva cooperativas a alugar silos e armazéns em outras cidades Claudio Vaz/Agencia RBS
Foto: Claudio Vaz / Agencia RBS

O espaço disponível nos silos e armazéns das cooperativas da Região Central não é suficiente para guardar nem a metade do que deve ser produzido na safra 2016/2017. A perspectiva de uma produtividade recorde, principalmente de arroz e soja, levou as direções a procurar espaços de armazenagem em outras cidades.

Dois dos oito candidatos a prefeito de Santa Maria ficaram com dívidas

O presidente da Cooperativa Tritícola Caçapavana, Luís Dias dos Santos alugou espaços para armazenagem em Pelotas e em Rio Grande. Ele recebe produtos agrícolas de cinco cidades (Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Piratini, Santana da Boa Vista e Lavras do Sul), e a quantidade deve ultrapassar a capacidade da cooperativa.

Empresas projetam recuperação nas vendas de maquinário agrícola

– O que temos não vai comportar nem perto da metade do que vamos receber. Acredito que é suficiente para dar conta de 30% a 40%. Buscar espaços em outras regiões é a única forma de manter o negócio viável. Mas um problema bom – comemora Santos.Outra cooperativa que precisa lidar com o ¿problema bom¿ é a Cooperativa Agrícola Mista Nova Palma (Camnpal). 

Polícia investiga desaparecimento de adolescente em São Sepé

Na segunda-feira, o gerente comercial Leopoldo Uliana esteve em Pelotas, cidade próxima ao porto de Rio Grande, para garantir que o que a cooperativa receber vai ficar devidamente armazenado. Apesar disso, existe a preocupação de que o sistema de escoamento não dê conta de toda a quantidade. A cooperativa recebe produto agrícola de oito cidades (Júlio de Castilhos, Santa Maria, Nova Palma, São Sepé, Restinga Seca, Santiago, Tupanciretã, São Francisco de Assis).

– Nós temos capacidade para 2,6 milhões de sacas de soja, e a expectativa é de receber pelo menos, 5 milhões. A questão é que o produtor não vendeu antes. Ano passado, já tínhamos comprado 1,3 milhão de sacas. Este ano, foram 400 mil – relata Uliana.

Especialistas explicam fenômeno em cascata de Silveira Martins no domingo

Mestre em economia voltada para o agronegócio, Lucas Schvarcz explica que o sistema de compra e venda funciona, basicamente, por meio de operações comerciais de mercado futuro. Isso quer dizer que o produto é comercializado, muitas vezes, logo no início do plantio, o que torna o mercado mais previsível.

– Assim, é possível organizar todo o sistema. A movimentação das cooperativas para garantir espaços é motivada pela cautela, acredito. E esses produtos não ficam parados. Estão sempre em movimento, principalmente, com destino ao porto. O problema é se afunilar lá, por conta da grande quantidade, já que o espaço é limitado – explica Schvarcz.

Produção agrícola em Santa Maria é 10 vezes menor que o consumo da população

O aluguel dos novos espaços acaba impactando no preço do produto, que já precisa lidar com a depreciação e custo de manutenção. Apesar disso, o impacto não deve ser grande. O economista estima que cerca de 3% do preço da safra seja devido a esses fatores.

Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a área a ser colhida no Brasil é estimada em 59,9 milhões de hectares, o que representa um aumento de 4,9% em relação ao ano passado. 

Entre janeiro e fevereiro, as safras de cereais, leguminosas e oleaginosas indicam uma produção de 221,4 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 20,3% em relação ao total de 2016. 

As principais culturas são arroz, soja e milho (o Rio Grande do Sul é o terceiro maior produtor do país) – as duas primeiras são as mais produzidas na Região.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMO calendário de concursos e as turmas preparatórias abertas https://t.co/P6rBCeBy5B https://t.co/FIJ1eqIPAHhá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSeca e ventos aumentam o risco de incêndios às margens de rodovias https://t.co/ed647rnQ2x https://t.co/DMkYZeFFyhhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros