Método criado na UFSM auxilia agricultores no cultivo de flores - Diário de Santa Maria

Aqui floresce sim10/02/2017 | 15h52Atualizada em 10/02/2017 | 16h03

Método criado na UFSM auxilia agricultores no cultivo de flores

Software faz cruzamento de dados que ajudam na precisão da produção

O Departamento de Fitotecnia do Centro de Ciências Rurais(CCR) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) desenvolveu uma metodologiaque ajuda agricultores na produção de flores em Santa Maria. Conforme dados daEmpresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Santa Maria produz, porano, meia tonelada de flores, mas consome 69 toneladas. Isso quer dizer que amaior parte do produto vem de fora. Só que a Secretaria Municipal deDesenvolvimento Rural afirma que esse é um problema de difícil solução, pois oclima e o solo da cidade não ajudam.

Parte do imposto da venda de produtos agrícolas será usado na qualificação de produtores

– A temperatura muito baixa ou muito alta prejudica ocultivo, e o solo precisa de um cuidado maior do que na produção de outrasculturas. Esses fatores dificultam a vida do agricultor que opta peladiversificação de culturas – explica o secretário da pasta, Rodrigo MennaBarreto.

Foto: Gabriel Haesbaert / NewCo DSM

Futuro das unidades de pesquisa da Fepagro na região está indefinido

O professor Nereu Streck, engenheiro agrônomo e coordenadorda equipe que desenvolveu a nova metodologia, concorda com o secretário de queo cultivo é difícil, mas afirma que o problema tem solução, constataçãocomprovada na prática, mesmo que o projeto ainda esteja em uma fase inicial.

O projeto em questão é o PhenoGlad, software para computadorcriado na UFSM que é aplicado no campo especificamente para o acompanhamento dodesenvolvimento de gladíolos, que, conforme o engenheiro agrônomo FernandoMachado, são popularmente conhecidos como Palma-de-Santa-Rita.

Software criado na UFSM ajudará agricultor na previsão da produtividade de arroz

– Ele descreve o dia de ocorrência dos estágios dedesenvolvimento da cultura, incluindo o ponto de colheita e alertas sobre danosnas folhas e nas hastes florais por altas e baixas temperaturas – explica aengenheira agrônoma Lilian Uhlmann.

Para tanto, é necessário alimentar o software com dados. Atambém engenheira agrônoma Camila Becker diz que a UFSM faz testes baseados emdados de colheitas anteriores para aperfeiçoar o cultivo. Só que para quehouvesse precisão nos resultados de um software era necessário coletar os dadosno campo, e foi aí que o agricultor Milton Cauzzo, 55 anos, entrou em cena. Éele a razão de o software dar conta especificamente de gladíolos.

Prefeitura dará selo de qualidade que permite que produtores locais vendam para todo o Brasil

– Eu comecei a produzir esse tipo de flor há muito tempoporque eu gosto, mas com o objetivo de comercializar no Dia de Finados. Mas eradifícil porque em um ano a planta florescia muito antes da data, o queinviabilizava a venda. Em outro, florescia muito depois, e acontecia a mesmacoisa. Com esse acompanhamento da UFSM, tenho acertado – relata Cauzzo.

16 caminhos para o agronegócio ter colheita farta nos 9 distritos

Para o Dia de Finados do ano passado, plantou 15 mil bulbosda planta, com custo de cerca de R$ 0,50 cada. Cada bulbo gera entre duas etrês hastes com flores, que são vendidas por entre R$ 2 e R$ 3. Caso o cálculoseja feito levando em conta a venda por R$ 2, o potencial de lucro bruto deCauzzo seria de R$ 90 mil. Ele diz que vendeu quase tudo que plantou – e deucerto por conta do uso do PhenoGlad.

Climatização
Cauzzo investiu em uma câmara fria para resolver eventuaisproblemas de clima. Ainda, com o equipamento, consegue controlar com maisprecisão o período de florescimento. Ela se torna útil também porque agora oagricultor não vai se limitar à venda em um período determinado do ano.

Carne produzida na região será exportada para os Estados Unidos 

– Eu achava que só dava para plantar no período de Finados,mas agora pretendo vender no Dia das Mães, e já dei início à produção. Tambémhouve encomenda das flores para uma festa, e está tudo dando certo – dizCauzzo.

O software está disponível no site coral.ufsm.br/phenoglad,e quem for usá-lo deve mandar um e-mail para phenoglad@gmail.com.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: visite o novo centro de eventos da UFSM sem sair de casa https://t.co/YWDXsZRyHS https://t.co/Jk0OvoWsdthá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMInscrições para Vestibular de Inverno da Unifra encerram nesta segunda-feira https://t.co/QO4tTDtAXZ https://t.co/D97xwyYjHFhá 2 diasRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros