Compra do material: uma forma de educar seu filho para o consumo - Diário de Santa Maria

Opinião09/02/2017 | 13h45Atualizada em 21/02/2017 | 11h56

Compra do material: uma forma de educar seu filho para o consumo

Colunista de Finanças Pessoais, Fernanda Jaeger defende a ideia de levar o filho na hora da compra e dá dicas de como transformar o momento em aprendizagem

 

O início das aulas se aproxima e, com ela, a maratona pela compra de materiais escolares e uniformes para o ano escolar. Trata-se de uma tarefa aparentemente simples, mas se não for planejada  pode resultar em gastos excessivos que comprometem o orçamento familiar _ no início do ano já existem muitos outros gastos adicionais com impostos, férias entre outros que somados podem resultar em endividamento.

A proposta desta coluna não é apenas ajudar você a economizar, mas fazer uma reflexão sobre o que podemos ensinar aos nossos filhos sobre consumo, aproveitando a oportunidade para que a criança se torne um consumidor mais consciente.

Confesso que não há uma receita ou uma forma única de conduzir esse processo, mas pode-se pensar em algumas questões para facilitar e até mesmo tornar este momento em oportunidade de diálogo e aproximação entre pais e filhos.

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Levar ou não levar os filhos juntos?

Muitos pais e mães optam por não levar as crianças para comprar o material escolar porque elas costumam querer os produtos mais caros, fazer birras e reivindicar coisas que não estão na lista e escolher itens com personagens  (geralmente, com custo mais elevado).

Considero que, incluir a criança em situações que envolva o consumo de produtos para si pode colaborar para a sua compreensão sobre o uso de recursos e educação financeira.

Antes de ir às compras, converse com seu filho, pergunte se ele deseja participar desse momento, explique sobre a realidade financeira da família, com linguagem acessível e adequada a idade da criança. Explane as limitações e quanto você pretende gastar, peça para a criança ajudar na pesquisa de preço dos materiais.
Mostre a importância de não comprar um produto somente pela aparência da embalagem ou personagem, mas que é necessário avaliar a qualidade e a necessidade do produto.

Enfim, ajude a criança a se conhecer melhor e saber de suas preferências, bem como reaproveitar o que tem e que esteja em bom estado. E, por fim, aproveite o momento para estar com ele!

Esta tarefa pode levar mais tempo do que se você for comprar sem a ajuda da criança. Contudo, o aprendizado e a troca entre pais e filhos poderá ir muito além da lição sobre uso de recursos financeiros. Sobretudo, é uma maneira de fortalecer a comunicação e o afeto.

 



 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: entre saltos e rodopios, patinadores encantam a plateia https://t.co/h4TUokBhl5 https://t.co/IQy0pT1n3Whá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCorpo de funcionário de universidade é encontrado em Santiago https://t.co/PkdN7kyyHK https://t.co/8kfjRZ9Qknhá 2 diasRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros