Comitiva da prefeitura volta de Brasília com promessa de recursos - Diário de Santa Maria

Santa Maria15/02/2017 | 21h30Atualizada em 15/02/2017 | 21h30

Comitiva da prefeitura volta de Brasília com promessa de recursos

Prefeito Jorge Pozzobom e os secretários Guilherme Cortez e Rodrigo Menna Barreto estiveram, na quarta, em ministérios na busca de verbas

Comitiva da prefeitura volta de Brasília com promessa de recursos João Alves/Digulgação prefeitura de Santa Maria
A comitiva recebeu a sinalização de um recurso para compra de duas retroescavadeiras para a recuperação de estradas Foto: João Alves / Digulgação prefeitura de Santa Maria
Alessandra Noal
Alessandra Noal

Especial

Uma comitiva santa-mariense esteve em Brasília quarta-feira com o intuito de buscar apoio para a liberação de recursos para projetos do município, incluindo o secretário de Desenvolvimento Rural, Rodrigo Menna Barreto. Ele volta otimista da Capital Federal:

– A partir de março, os recursos começarão a ser liberados.Trabalhamos politicamente com ministros, senadores e deputados. Todos se comprometeram em ajudar a fazer a pressão política necessária para a liberação dos recursos.No Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi tratada a recuperação de 100 quilômetros de estradas rurais. O projeto, cadastrado no Siconv – um portal de convênios do governo federal – gira em torno de R$ 2 milhões.

Região é destaque na produção de olivas 

A ideia é terceirizar o serviço e resolver os problemas nas vias do interior.Segundo Menna Barreto, a prefeitura conseguiu um recurso de R$ 500 mil, que já foi liberado pelo governo, para comprar duas retroescavadeiras. A previsão é que, após licitação, estejam em funcionamento no segundo semestre, em agosto ou setembro. As máquinas serão utilizadas nos nove distritos.Nesta semana, a prefeitura deu início à manutenção das estradas dos distritos, visando a facilitar o escoamento da safra. O trabalho começou na terça-feira pela estrada de Banhados, em Santa Flora, que tem cerca de 12 quilômetros, e deve ser finalizada até o final desta semana.

Empresa de energia solar vai contratar 20 funcionários e já tem 34 franquias no Estado

Apoio a evento

Outra articulação em Brasília envolveu a captação de recursos para o Pátio Rural. O pedido é de R$100 mil que está cadastrado no ministério. Os recursos serão investidos em infraestrutura, como banheiros químicos, lonas, divisórias e iluminação.Além disso, a Secretaria de Desenvolvimento Rural prevê a construção de uma central de comercialização direta da agricultura familiar. Em outras palavras, seria como um mercado público, com cerca de três mil metros quadrados. A ideia é que a área seja um espaço para que os agricultores familiares e as agroindústrias de Santa Maria possam comercializar seus produtos. A verba necessária seria de R$1 milhão.

Outra demanda envolveu a aprovação da prefeitura junto ao Sisbi, que permite que as agroindústrias locais poderão se adequar e comercializar seus produtos em todo o Brasil com a Inspeção Municipal. Para a novidade ser colocada em prática, o Ministério da Agricultura deve editar uma portaria dando a autorização à prefeitura.

– O técnico responsável pelo Sisbi, no ministério, garantiu que até 1º de março a portaria será editada – diz Menna Barreto. 

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Wolmar Heringer será o próximo presidente do Riograndense: https://t.co/NKUmolP7Lh https://t.co/KdclB8GTw2há 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMotociclista morre ao ultrapassar em local proibido da BR-290 https://t.co/zfVfaEyH5K #rosáriodosul https://t.co/xYKzb97Xdyhá 2 diasRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros